E porque hoje é domingo...aqui fica esperando a colaboração e inspiração de todos...este meu repto às vossas dissertações sobre este dia e os seus influentes enredos na vida de todos nós.Bem Hajam.

TRÍVIOLETRA TC & TS : DOMINGO ( Concluído )

D escanso e paz // TEMPO DE VIVER // horas de prazer (1)

O dia de ouro // cifras abaixo // valores desenfaixo (4)

M ães visitadas // primos chegando // lar e amor(2)

n memoriam // missa e futebol // um lugar ao sol (7)

N enhum ruído! // zumbem horas longas // vida parada... sem sabor (5)

G ente relaxando // liberdade // fôlego na cidade (3)

O sino toca e não pára // chama o senhor // povo na oração (6)

 

F. Corte Real - 1e 7

Dione Fonseca - 2

Janete Sales - 3

Laís Müller - 4

Chantal Fournet - 5

João Furtado (6)

D escanso e paz // TEMPO DE VIVER // horas de prazer (1)

M ães visitadas // primos chegando // lar e amor (2)

G ente relaxando // liberdade // fôlego na cidade (3)

O dia de ouro // cifras abaixo // valores desenfaixo (4)

N enhum ruído // zumbem longas horas // vida parada...sem sabor (5)

O sino toca e não pára // chama o senhor // povo na oração (6)

I n memoriam // missa e futebol // um lugar ao sol (7)

Se todos estiverem de acordo e se a mesma obedecer aos parâmetros exigidos... dou por concluída

esta trívioletra com o tópico de DOMINGO que como devem ter reparado não sofreu qualquer alteração nem reparação da minha parte...está conforme a participação de cada um. Obrigado a todos e Bem Hajam. Saudações Poéticas.

Fernando Corte Real

Lisboa, 17 de Julho de 2016

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

    • Grato Dione pela participação...trouxeste o perfume dos afectos e das vivências em famílias. Não duvido que vai ficar lindo este trívioletra. Estou com alguns problemas em aceder ao PEAPAZ mas assim que puder irei compor as entradas de cada um e quiçá dar um retoque pessoal a todo este conjunto de tercetos inspirados.

      Saudações Poéticas.

      F. Corte Real

This reply was deleted.