Espaço reservado às publicações pertinentes à forma poética em destaque, criada por Vânia de Castro e Marco Bastos, ambos poetas e escritores PEAPAZ.

Ler o Manifesto Trívioletras em: http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/414785

Além disso, a Administradora Moderadora Maria-José Chantal F. Dias, expõe Teoria Literária na página de abertura do grupo.

Criadora do Grupo: Sílvia M. L. Mota

Administradora do Grupo: Chantal Fournet

37 Members
Join Us!

O QUE É UM TRÍVIOLETRA?

In the end of this post there's a Mini-tutorial in English language

  • TRIVIOLETRA é poesia Minimalista e Experimental!  Aventura diferente do Habitual!

  • NÃO obedece a RIMA! Contudo, ela pode surgir entre as estrofes dum  autor.

  • OBEDECE a MÉTRICA: ATÉ 17 silabas métricas. Contadas até à última sílaba tónica!  Pode ter menos, NUNCA mais!

  • O TÍTULO Não pode exceder 7 LETRAS! Mas 2 palavras ligadas por hífen = 1 palavra = 7 LETRAS   Ex: Van-Gogh

  • Tem vocabulário próprio:
  1. T maiúsculo é O poema todo 
  2. t  minusculo que é cada um dos tercetos, composto por 3 estrofes horizontais, que seguem a cada letra do acróstico.
  3. TC isto é, Trivioletra Compartilhado 
  4. TI  Trivioletra Individual 
  5. TS é a Ordem Sequencial em que o poema é escrito, aí se tem a essência do poema! o Resultado do Compartilhamento!
  • OS TERCETOS : - um t - é composto de 3 estrofes horizontais, separadas por duas barras //  e espaço antes e depois delas! por si só fazem um poema, seguindo a inspiração ritmo do seu autor, MAS integrado dentro dos motes que o autor do TC tenha proposto!

  • TRIVIOLETRA tem 2 MOTES: O TÍTULO escrito na vertical como o acróstico, e na 2º estrofe escrito em maiúscula, o 2º mote (salientado a negrito e maiúsculas): serão como 2 historias que se integram interagem e dão orientação aos poetas, que compartilham a orientação da 2ª leitura! 
  • NOTAR BEM (in Recanto das Letras by Marco Bastos):

O título na vertical tem no máximo sete letras e os três versos totalizam até dezessete sílabas poéticas. Conta-se até a última sílaba tônica de cada verso.


Um exemplo:

T
R
Í
V
I
O LETRA mini(ani)mal // AQUI O TEMA // Acróstico e Poema.

Marco Bastos (TI)

O título tem a mesma função que o segundo verso, portanto o título e o segundo verso são dois temas centrais que funcionam como mote para o desenvolvimento do Trívioletra. Assim, dois assuntos entrelaçados formarão o Trívioletra.

  1. O título tem a mesma função que o segundo verso, portanto o título e o segundo verso(2º MOTE) são dois temas centrais que funcionam como mote para o desenvolvimento do Trívioletra. Assim, dois assuntos entrelaçados formarão o Trívioletra. (in Teoria Literária de Trivioletra Marco Bastos ):
    • Imaginemos o Título: LEITE mas o 2º mote fala em LUA CHEIA.... poderemos falar em vacas, mas temos que ter em atenção que o 2º mote indica mais caminhos!! certo que não metem galinhas sargentos nem capoeiras!!
      1. O MOTE é oferecido SOMENTE pelo poeta que lançar o Trívioletra. No caso, trata-se de "LUA CHEIA".
      2. Qualquer Poeta pode iniciar um TC!! O TÍTULO e o 2º Mote têm que ter algum elo subjetivo, POÉTICO, ou lógico...
  • A NUMERAÇÃO: Quem inicia o Trivioletra ao escrever o seu t coloca no final entre parenteses 1= (1) depois ordenadamente escreve no fim seu nome indicando o seu nº de intervenção! Ver os Trivioletras postados no Forum e fazer semelhante na forma.
  • cada um dos poetas ao fazer o seu terceto colocará na frente o nº que lhe corresponde da ordem em que fez! e fará o mesmo, que o nº1 fez!
  • evitar-se-á escrever os tercetos na ordem seguida das letras! pois a magia do trivioletra está na NÃO sequência das letras!
  • Há uma ordem a respeitar na sequência dos poetas intervenientes: nenhum poeta  escreverá 2 tercetos seguidos... isto vai permitir, para alem do respeito pela vez de cada um, o florescer do insight próprio do poema daí resultante!

  • IMPORTANTE na elaboração dum TC estamos interagindo! Logo, é bom a leitura dos tercetos anteriores ao elaborarmos o nosso! mas não obrigatorio! é recomendável!

  • A Linguagem - por ser minimalista evitar-se-á o que pesa e é dispensável ao entendimento do poema! as figuras de estilo de linguagem, sonoras, de sintaxe de palavras são todas bem usadas: as Polissemias, metonímias e demais figuras, para uma boa síntese de ideias... e métrica!! são convidadas a virem à festa!

  • PARA APRENDER....  A única palavra e recomendação: PRATICAR! ... e aceitar ser um com varios e que haja correções!

  • NOTA 1:

    1. Em cada participação num TC cada poeta deverá escrever um só t  que deverá ter um intervalo antes de nova participação!
    2. Não pode fazer 2 t seguidos, LETRAS E HORA de escrita! e para que TODOS participarem e tambem para que possam florescer as perceções entre cada escrita!

  • NOTA 2

    Em cada TC proposto

    • cada poeta escreverá o seu t no espaço de comentario, e não por mensagem! será mais facil a articulação. estou aberta às vossas propostas !! 
    • logo o autor doTC subirá para o TC, para que cada poeta possa sempre ter a preceção do que foi escrito e das letras disponíveis!

Mini-tutorial about Trívioletra Poems

(But it's a must you always read the main tutorial in the 1st page of the group!)

  • There's a TITLE and there's always a MOTE which must be written in capital letters, in the 1st triplet in the 2nd verse of the triplet
  • Title and the 2nd verse (MOTE) have the same function! They are the central theme between which the POEM turns around and it's developed! Two themes or stories that embraced themselves and make a Trívioletra Poem (in Teoria Literária de Trivioletra Marco Bastos )
  • Each triplet must have until 17th metric syllables, may have less but not more! 
  • Must assign a number at the end of each triplet, by the order in which they have been done! (Please! See the Poems done in the group!)
  • Must not write the poem following the letters as they presents themselves in the title! That will not be a Trívioletra! ~~ You should flow between letters as your inspiration!

Queridos Poetas! Bom trivioletrar!

E lembrem-se, no Trivioletra Compartilhado há imensa Magia!

E as influências inter-versos, inter-poetas, os insights, fazem a magia de Trívioletrar!

NOTA:

Este apontamento não dispensa a leitura do Manifesto Trivioletra!

http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/4147859

Recomendo muito ouvir o video "Procura da Poesia" Carlos Drummond de Andrade

https://youtu.be/0unax_7VH64

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.

Forum

BRONZE BABPEAPAZ

Poema Trívioletra TC & TS: VOLCAN (Concluído)

Este poema é feito para homenagear o povo da Guatemala, em sofrimento. Sugestão de leitura: Os sonetos do Poeta Rafael Mérida, onde ele explica os nomes dos vulcões e demais enredo em torno dos Vulcões da Guatemala sobretudo o que rebentou.... http://peapaz.ning.com/profiles/blogs/la-furia-del-volcan?xg_source=activity Poema Trívioletra TC & TS: VOLCAN Poema Trívioletra TS: VOLCAN V ento e cinza // fogo em erupção // dor chorando morte. (2) O bedece frágil // Fuego rasga em sangue // -…

Saiba mais…
7 respostas
BRONZE BABPEAPAZ

POEMA TRÍVIOLETRA TC & TS: EMERITA (concluído)

Links de interesse sobre os 2 Motes: https://pt.wikipedia.org/wiki/Rio_Guadiana   https://pt.wikipedia.org/wiki/Emerita_Augusta . .  Que a inspiração das Musas nos guie!! POEMA TRÍVIOLETRA TC & TS: EMERITA TRÍVIOLETRA TC: EMERITA . E m mérito corre o Guadiana // minha fronteira! // passam Culturas, uadi fica! (6) M érida minha // Legion Hemerita // colônia romana. (2) E spanha e legados // faceta romana // Pamplona é meu (4) R uínas seculares // AUGUSTA SEU NOME // Uadi dos patos (1)…

Saiba mais…
11 respostas
BRONZE BABPEAPAZ

POEMA TRIVIOLETRA TC& TS:PASSADO (Concluído)

POEMA TRIVIOLETRA TC& TS: PASSADO TRIVIOLETRA TC PASSADO P onte dos sonhos // passa do amargo sabor saudoso // grifado na mente (2)A gregar experiências // reencarnar // roda da vida (7)S ombra de emoção// Não tem retorno // todos nós vivemos. (3)S audades presentes  // ARQUIVO MENTAL // Doces recordações.(1)A lma errante // memória atuante // presente ausente (5)D iccionari antic // no puc oblidar // aliment del present. (6)O utrora ainda vive // reminiscências // Ah, o tempo! (4)Dione Fonseca…

Saiba mais…
16 respostas
BRONZE BABPEAPAZ

POEMA TRIVIOLETRA TC&TS: COMPOTA (Concluído)

POEMA TRIVIOLETRA TC & TS: COMPOTA . POEMA TRIVIOLETRA TC: COMPOTA . C onservantes doces // Água e amido // tampa de som (3) O riente_Ocidente // mix d'aromas // sal_mel! Chutney pica! (5) M amão  no fogo // cravo canela // Netos vão chegar (2) P oema ao paladar // cobiçada saga // festim dos deuses (6) O lores e cores // aconchego_céu // afeto em pote (4) T empo do fruto // pêssegos e ameixas // dietas para crianças.  (7) A mena alquimia // DOCE CONVÍVIO // Mãe! Só pensas em doces! (1)…

Saiba mais…
14 respostas

Photos