Muito boa BABPEAPAZ

Ano I. Tertúlia Poética nº 4

Edição nº 4 - agosto 2010

Tema: Dia dos Pais

Atividade proposta para os peapazianos e peapazianas

Deixo no ar um toque de silêncio pela Vida dos nossos papais.
Alguns de nós os festejamos em Vida, outros na Saudade.

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Poetisa e Escritora

    Pai, resista!

    Pai, viva por nós!
    Não escureça o céu azul
    que brilha em seu olhar,
    norteando nossa vida...

    Pai, lute por nós!
    Não pare de sorrir...
    A alegria de seu rosto precisa
    colorir a nossa estrada...

    Pai, resista por nós!
    Seus conselhos sensatos,
    hoje mal sussurrados,
    precisam ser ouvidos e seguidos...

    Pai, o envolvente som de seu piston,
    há tempos emudecido,
    ainda ecoa em nossa saudade.
    Mas, não nos deixe, pai, só a lembrança.
    Ainda é cedo...

    Pai, não se apague nem cale.
    Pai, não desapareça.
    Ainda é necessária a sua luz.
    Lute, pai, por favor...
    Não nos deixe, ainda não, agora,
    órfãos de seu brilho...


    Mª Auxiliadora Mota G. Vieira (Maux)
    "Poemas de uma Vida"
    Poema escrito quando papai estava para nos deixar.

  • Poetisa e Escritora

    130899577?profile=RESIZE_710x

    Meu pai deixou-me na infância...
    Não veio mais levar-me à praça aos domingos...
    Não apareceu mais para brincar comigo...

    Sumiu anos sem dar-me notícias...
    Infância, adolescência, fase adulta...
    Meu pai escondeu-se no mundo...

    Um dia...Deus uniu nossos caminhos...
    Depois de tanto tempo, os cabelos brancos...
    Que tanto sonhava encontrar no meio da multidão...

    Encontrei no frio norte do Paraná, num simples telefonema...
    Aquela voz rouca, trêmula, a balbuciar meu nome...
    Não perdemos tempo em nos encontrar e revermos nossas mudanças...

    Naquela rodoviária, combinamos nosso encontro...
    Era o homem que eu encontrasse com uma caixa enorme nas mãos...
    Não tive dúvidas, aquele homem branco e alto, ar preocupado...

    Nem sei como desci aqueles degraus, e entre lágrimas...
    Abracei-me com os abraços por tantos e tantos anos guardados...
    E naquela caixa era uma boneca para a neta que não conhecia...

    Emoções tomaram conta de nós três, eu ele e minha filha...
    Não desgrudei mais do meu pai, conversamos da madrugada até o amanhecer...
    Choramos e sorrimos e por fim descobrimos o quanto estávamos felizes...

    Tempo perdido e entreveros da vida, caminhos e vidas que se separam...
    Vivi todos os segundos ao lado do meu pai, sorrindo e brincando...
    É dele o meu jeito, sorrir, gargalhar, brincar, levar a vida igual ao mar...

    Remando com a maré, ondas e ondas marcando os passos da vida...
    Nos despedimos e mais uma vez a distância nos separou...
    Mas nossas vozes acalentava a saudade da ausência...

    Depois de tantos sorrisos...meu pai adoeceu e tudo mudou...
    Aquele a quem tanto desejei a presença, a quem tanto queria conhecer...
    Não deu-me o direito de viver mais ao seu lado e partiu...
    Para nunca mais voltar e sem dizer-me adeus...

    Deus, na sua sabedoria, fez um lindo encontro entre eu e meu pai...
    Eu apenas não sabia que era um encontro de despedida.

    Marcia Moreno

    • Muito boa BABPEAPAZ

      Comentário realizado em 9 agosto 2010 at 1:19
      Obrigada, Márcia, pela belíssima e emocionante participação! Beijossssssss

  • Muito boa BABPEAPAZ

    Pai
    Mônica do S Nunes Pamplona

    Criança,eu dormia
    com tuas cantigas de ninar
    Hoje,sonho contigo.

  • Muito boa BABPEAPAZ

    Para o ser Pai ser Pai
    Marcial Salaverry

    Ao Ser Pai, que soube ser pai,
    dedico este poema,
    que sempre mostrou o dilema
    que o Ser Pai enfrentou,
    para ser pai de verdade,
    sendo firme ou carinhoso
    conforme a necessidade...
    De coração, cada bronca deve-se agradecer,
    sendo feitas quando merecer...
    Fazer do amor o caminho,
    para fazer um doce carinho...
    Sempre com seus cuidados,
    e tambem com olhares enfezados...
    Pai, doce palavra, que chega n'alma,
    e que sempre na dor, nos acalma...
    Pai, quero apenas te abraçar,
    e todo meu amor lhe dedicar...
    Desculpas venho lhe pedir,
    pelas vezes que fiz voce se afligir...
    Pai, te amo...
    Por que não se diz mais vezes?
    Por que só quando é lembrado às vezes,
    quando já é tarde?

  • Muito boa BABPEAPAZ

    É TRISTE O DIA DOS PAIS SEM TER PAPAI DO MEU LADO

    Aquele beijo na testa,
    Aquele cheiro gostoso.
    Do seu jeito carinhoso,
    Só a saudade me resta.
    Para mim era uma festa
    O seu abraço apertado.
    Hoje eu sofro um bocado,
    Por não poder tê-lo mais,
    É triste o dia dos pais
    Sem ter papai do meu lado.

    Toda família hoje vive
    Lembrando o quanto era forte.
    Feliz é quem teve a sorte
    De ter o pai que eu tive.
    Hoje a gente sobrevive,
    Pelo exemplo que foi dado.
    E é esse seu legado
    Que alivia nossos aís,
    É triste o dia dos pais
    Sem ter papai do meu lado.

    Ismael Gaião da Costa em 8 agosto 2010 at 23:16

    • Muito boa BABPEAPAZ

      Comentário realizado em 9 agosto 2010 at 0:40

      Querido Ismael, teu canto ecoa no meu coração, que repete: "que pena, não ter papai ao meu lado, no dia de hoje..."
      Simples expressão de um sentimento intenso e verdadeiro. Muito belo!
      Obrigada, pela participação tão sensível!
      Beijossssssssssssss

       

  • Muito boa BABPEAPAZ

    50391171?profile=original

    POESIA DA VIDA
    VIVE NA POESIA
    DO OLHAR PAI
    E ADMIRAÇÃO

    NO SEU OLHAR
    AMOR PELA VIDA QUE
    EM SEU CAMINHAR
    LEVOU PELA MÃO
    E ENSINOU AMAR
    O AMOR SEMPRE ...

    ORGULHOSO SEMPRE
    TEVE EM SEUS OLHOS
    SORRISO E LÁGRIMAS
    CONTEMPLANDO-ME
    DA HUMILDADE COMO
    ENSINAMENTO DE ALMA

    E M O Ç Ã O
    PURA E VERDADEIRA
    TER ESSE OLHAR

    ESSE OLHAR POETA
    ME FEZ POETA
    TAMBÉM !!!

    ME AMANDO
    ME ENSINOU
    AMAR !!!

    JAMAIS PERMITIU
    QUE SEU OLHAR
    TIVESSE ...

    SEVERIDADE

    MAIS SEMPRE

    SERENIDADE

    PORTO SEGURO
    NO OCEANO DO MUNDO

    EM SEU SILÊNCIO
    RECOLHO-ME
    AO RECONHECIMENTO

    TECENDO AO VISLUMBRAR
    TODO PASSADO
    JUNTOS COM SENDO
    MEU ARCO-ÍRIS ...

    PAI SONHADOR
    PAI DESEJOSO
    PAI REALIZADOR
    PAI AMOR !!!

    PAI QUE ME FEZ SENSÍVEL
    AO MUNDO E PELO MUNDO
    ME FEZ GENTE ...POETA !!!

    POIS SUA ÉTICA
    SEMPRE FORA TER
    MORAL ...

    HÁ PAIS QUE TEM EM SEU OLHAR
    TODA MAGNITUDE DA LUZ DE DEUS

    E NOS ENSINAM

    AMAR DEUS !
    AMAR FRATERNALMENTE
    AMAR SOLIDARIAMENTE
    AMAR SIMPLISMENTE

    POIS SEMPRE FORA
    UMA POESIA DE LUZ
    FOMENTANDO MEU
    OLHAR GENTE !!!

    MEU PAI BARTOLOMEU
    MESTRE DA VIDA
    PELA VIDA !!!

    MEU GENUÍNO POETA
    DO AMOR PELO AMOR

    NÃO COMO SAUDADES
    MAIS COMO FELICIDADE

    POIS SINTO

    AO ME OLHAR
    SINTO

    AINDA SOU SUA CRIANÇA
    AMADA E FAVORITA ...

    JEITO PAI
    JEITO AMOR
    JEITO ALMA
    JEITO CORAÇÃO

    JEITO POESIA
    JEITO GUARDIÃO !!!

    HOMENAGEM DIA DOS PAIS
    PELA BELEZA E HARMONIA
    DA VIDA AO LADO MEU PAI
    BARTOLOMEU LOPES BICAS

    CLAUDINHA POETA
    LONDRINA BRASIL
    ANO 2010

    • Muito boa BABPEAPAZ

      Comentário em 9 agosto 2010 at 0:15

      Claudinha poeta, que sensibilidade, aos teus versos:

      "E M O Ç Ã O
      PURA E VERDADEIRA
      TER ESSE OLHAR

      ESSE OLHAR POETA
      ME FEZ POETA
      TAMBÉM !!!"

      Obrigada, por esta bela participação!
      Beijosssssssssssssssss

       

  • Muito boa BABPEAPAZ

    TROVAS PARA O DIA DOS PAIS
    Marcial Salaverry

    Por vezes, pai que é pai,
    tem que ser um pai com aço...
    Energia que não se esvai...
    Um verdadeiro pai...aço...

    Vontades satisfazer...
    Dar-lhe tudo que pedir...
    Sem limites vir a ter...
    São problemas a surgir...

This reply was deleted.