Dica de rimas na poética do Cordel


Aqui, quatro estrofes de cordel em sextilhas. Ou seja, cada estrofe, tem seis versos.
X
Versos que rimam entre si: o segundo com o quarto e o sexto. Primeiro, terceiro e quinto versos, chamamos de versos soltos, pois não rimam com outros versos e nem entre si!
X
Obs. esta modalidade é a mais usada, para se narrar estórias ou contos nos folhetos (ou romances) de cordéis!
X

O cordel tem mais poética
Pra quem tem inspiração.
Narra histórias de amores
Também de separação.
E não esquece as injustiças
Da terrível inquisição!
*
Para quem tem repertório
Apura a literatura,
De cada verso rimado
Pra falar da criatura.
E ainda cita o Divino
Das sagrada "escrituras!"
*
Viaja nos hemisférios
E nas estrelas do céu.
Fala da lua brilhando
E dos raios feito véu.
E dos leitos conjugais
Por serem brancos, "alvéu!"
*
Citam histórias de amores
Dos tempos medievais
E falam de ditirambos
Dos gregos em carnavais.
E de Sodoma e Gomorra
Dos sedentos bacanais!
x
Assis Coimbra.
WhatsApp : (11)9.4213. 7976
Visitem nosso “saite” e veja nossas propostas de trabalho!
https://www.narradoresdecordel.com

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.