DIAMANTE BABPEAPAZ

BANHO DE AMOR

Suspiro só de lembrar dos teus carinhosA percorrer em meu corpo bem de mansinhoFeito sabonete,buscando cada cantinhoDeslizando sobre minha pele,devagarinhoE nesse banho,com você e nosso prazerNo vai-e-vem,nesse ritmo a nos envolverConsumidos e libidos-À volúpia cederInebriando-nos feito-Mesquinho vinhoAmor sem pudor-Nos consome inteirinhoImagem ou miragem-Se deixa acontecer

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • DIAMANTE BABPEAPAZ
    Foram necessárias mudanças
    em razão do Verso Alexandrino e do Sonetim
    serem cheios de "não me toques"... rsrsrs

    3542644820?profile=original

     


    Banho de amor


    Suspiro por lembrar meu NINHO ao teu CARINHO...
    A percorrer-me o corpo assim bem de mansinho,
    és feito sabonete à busca de um cantinho,
    és BRISA que DESLIZA em mim devagarinho.

    E nesse banho a sós, PRAZER em nós PRAZER...
    No vai e vem feliz, de um ritmo a envolver,
    LIBIDO sou - TRANSGRIDO – em ti volúpia ser.

    Inebriar paixão, ao VINHO tão MESQUINHO,
    AMOR sem PUNDONOR – consumo-te inteirinho.

    TESÃO em ILUSÃO – se deixa acontecer...


    3542644820?profile=original

     


    O teu final que eu ADOREI, não pode ser mantido no verso alexandrino, porque neste tipo de verso a tônica TEM QUE SER, ao menos, na sexta e na décima segunda sílabas poéticas (estas obrigatórias).

    I-ma-gem-ou-mi-RA-gem - observa que a sexta sílaba poética cai em "RA". Quando isto acontece a outra palavra deve iniciar por uma vogal ou pela consoante "H", para que se realize uma elisão. Como a palavra "miragem" termina em "m", impossível a elisão com qualquer outra palavra. Busquei sinônimos, mas não consegui manter o sentido do teu poema, que eu não queria mudar de forma alguma.

    Então, fui obrigada a modificar o primeiro hemistiquio: "Tesão em ilusão" -
    Te-são-em-i-lu-são - Aqui a sexta sílaba poética cai certinha, finalizando o primeiro hemistíquio. Portanto, a palavra seguinte não necessita ser vogal, porque não há necessidade de ocorrer a elisão.

    Sinta-se à vontade para mudar as palavras que devem ser rimadas ao decorrer do verso ou o próprio final, se o desejares diferente. Assinalei em caixa alta para que as percebas. Cuidado somente com a métrica/ritmo.

    Beijosssssssss
    Sílvia Mota.

    3542644820?profile=original

     

This reply was deleted.