DIAMANTE BABPEAPAZ

Eu rosa aos teus beijos

Eu rosa aos teus beijos

U'a pétala de chuva em alma aveludada...
À luz da escuridão, negrume das estrelas,
Sou píncaro do Amor - em flor inadequada!
U'a pétala de chuva em alma aveludada...
Aos beijos que me dás sou tudo em quase nada,
Poeiras do infinito - em mim tu podes vê-las!
U'a pétala de chuva em alma aveludada...
À luz da escuridão, negrume das estrelas.

Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Rio de Janeiro, 18 de junho de 2010 – 14h58

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.