Muito bom BABPEAPAZ

Momento incauto

Momento incauto

Obedeces ao meu rito,
Beijas o meu pescoço
E desces ao colo livre,
De livres seios sem amarras.
Estremeço.
Delírio pelo conhecido.
Novo.

Frenesi.
Mão afoita busca-me,
A oferecer-se
Intumescido
E quente.
Vacilo.
Empurras.
Colho nos dedos
A febre do teu calor.
Musical,
Executo
Em ti
A ária preferida.
Toco.
.........................

Ainda trago
O coração melado
E ao pescoço
A marca roxa
Dos teus dentes.

Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Cabo Frio, 8 de abril de 2010

♥Astor Piazzolla. Libertango (full album)♥

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Excelente BABPEAPAZ

    Muito bonito. Poema, formatação, música. Enfim, apresentação impecável.

  • Poeta e Escritor

    Belo Poema. Sensual mas leve.

    Parabéns amiga Sílvia.

  • Uauuuuuuuuuuuuu,eu amei !!

    Que delicia de versos.Silvia!

    Meus aplausos71503780?profile=original

  • Top BABPEAPAZ

    Maravilhoso Poema Sensual, minha amiga, perfeita descrição destes momentos...
    Parabéns, vc sabe que adoro né?
    beijinho

  • Poeta

    E estava escrito: "Somente para os apreciadores da Literatura Sensual e Erótica"... Acessei... O som de uma obra prima cubana... Mergulhei nos versos... E deixo aqui a minha ligeira impressão:

    (...)

    Por que também não sou

    um alquimista?...

     

    Para escalar poro por poro,

    equilibrando-me numa tênue linha imaginária

    até alcançar aquela plataforma saliente

    eximeamente bem talhada

    e alcançando-a

    estar e ficar a admirar as formas daquele conjunto adormecido

    lábios cerrados, cílios cerrados, pensamentos estancados

    e para não despertar daquele instante,

    até abortaria os meus frágeis pensamentos,

    ofegantes...

    .............................................................. É isso...

This reply was deleted.