DIAMANTE BABPEAPAZ

Mistério

Mistério

Dos jardins do Destino
descem ricas escadas
engalanadas de ouro e marfim.
Sua beleza em caracóis
parece não ter fim...

Rubras rosas, alvas margaridas,
tantas violetas e fortes girassóis
balouçam ao vento do Infinito
a espargir perfumes erógenos
pelos ares contagiados de alegria.

Por detrás das árvores milenares,
à espreita dos desatinados,
arrastam-se répteis repugnantes,
enquanto pássaros eternos
voam pelas alturas...

Do Éden, alguém pergunta:
O que é a Morte?
- O fim da Vida.
O que é a Vida?
- O início da Morte.

Trovões de risos sarcásticos
abafam pensamentos
submersos no Inferno
e num par de olhos melancólicos
estrelas jorram lágrimas de Luz.

Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Rio de Janeiro, 29 de junho de 2012 – 15h17

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas