DIAMANTE BABPEAPAZ

Olhos verdes [Galope à beira mar nº 1]

Olhos verdes

Menina bonita? Bem, dizem que sou...
Caminho, rebolo, resvalo faceira,
sorriso maroto, qual só brincadeira,
perfume, baton, minissaia... lá vou...
Se pedes um beijo, charmosa não dou,
na ponta da língua - eis meu salivar,
de amor vais à míngua - eis teu transpirar.
Não briga, meu bem, se m’a boca diz não
meus olhos bem verdes denotam paixão.
Não pesco no aquário. Prefiro o alto mar.

Rio de Janeiro, 25 de fevereiro de 2012 - 20h46

Minha resposta ao cordel de Carlos Alberto Fiore:

Olhos azuis

Os olhos azuis da menina bonita
Enteitam os sonhos do jovem que quer
Sentir o sabor deste corpo mulher.
O peito cativo, doente palpita,
Mas fêmea, que é fêmea, faz graça, faz fita.
Mantém sua calma. Conhece seu par.
Não vai de primeira. Vai bem devagar.
Prepara o terreno, constrói um bom laço,
Espera o momento, a certeza do passo.
Não pesca no aquário. Prefere o alto mar.

Fiore
Reg. EDA/FBN
Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    RESPOSTA DE SÍLVIA MOTA REALIZADA NO PORTAL PEAPAZ EM 25 FEVEREIRO 2012 ÀS 23:47
    Querido Fiore, fico bastante feliz por gostares do meu "dueto" (que audácia, a minha! rs). Marco completa a festa, criativo, como sempre. Adorei mais essa aventura poética! Brigaduuuuuuuuu Beijossssssssssssss

    COMENTÁRIO DE CARLOS ALBERTO FIORE EM 25 FEVEREIRO 2010 ÀS 22:41
    Sílvia, Vera e Marco... Muito obrigado pelos comentários. Realmente, o Galope à beira mar é muito gostoso de ler e também de escrever por seu ritmo e musicalidade. Sílvia... Parabéns pelo seu poema!!! Tá muito bonito!!!

    COMENTÁRIO DE MARCO BASTOS REALIZADO NO PORTAL PEAPAZ EM 25 FEVEREIRO 2012 ÀS 21:45
    Bonitas as décimas ABBAACCDDC, de Fiore e de Sílvia.
    Galopes à beira mar. hendecassílabos, tônicas em 2, 5, 8, 11, perfeitos.
    Dos cordéis, os que mais acho bonitos. Gosto de ler imaginando o galope dos cavalos:

    Os olhos azuis da menina bonita
    Menina bonita? Bem, dizem que sou...
    tatá - tatatá- tatatá- tatatá
    tatá - tatatá- tatatá - tatatá
    tatá - tatatá- tatatá - tatatá
    ouvindo o galope à beira do mar.
    rs.
    Ritmo marcante, poemas leves e gostosos de se ler.
    Parabéns, abraços.

This reply was deleted.