Muito bom BABPEAPAZ

O amor do primeiro beijo

O amor do primeiro beijo

 
Bela, muito bela, na sala de aula. Apanhou um espelho de bolsa para olhar-se. Mas, o que viu, motivado pela força do destino, foi um rosto dotado de sorriso principesco. Não se olhou, mas viu-o. E estremeceu, da cabeça aos pés. Não estivesse sentada, cairia.
 
À saída das aulas fugiu num rebolado trêmulo, mas faceiro. O que se passou em sua mente nem ela mesma poderia decifrar. Muito menos na sua carne, aquela noite. O sono demorou a chegar. Pela manhã, não tomou o café. Mais tarde, após o banho de sabonete cheiroso,
almoçou às pressas e vestiu o uniforme. Saia azul marinho de pregas e blusa branquinha com o logotipo da escola gravado no bolso que lhe tapava o seio esquerdo. Seio adolescente pequeno, lindo, bico rosado e duro. Passou os olhos na silhueta de contornos recém-inaugurados. Beijou a mãe e pediu a benção ao pai. Saiu correndo e, na esquina, parou para arrumar a saia, contra seu desejo, tão comprida. Enrolou-a até acima dos joelhos. Apertou tudo com o cinto largo que lhe espremia a cintura, deixando-a mais fina. Agora, sim. Caminhou sorrindo serelepe, mas diferente dos outros dias. A imagem ao espelho, da tarde anterior, era um fascínio de pudor e fervor da pele. Sentimento estranho aquele. O que seria?
 
Entrou na sala e apanhou o espelho, assim que a aula começou. Que medo de ver o que desejava ver! Sim, não fora imaginação. Lá estava o sorriso mais cobiçado da escola sorrindo-lhe de novo, a menear-lhe a cabeça. O que fazer? Abaixou o espelho rapidamente e segurou o coração com o pensamento. Batia forte no pescoço.
 
- Posso falar com você? Acompanhá-la?
 
Um arrepio frio percorreu-lhe a espinha, de ponta a ponta, com gosto e medo. A penugem dourada do corpo ouriçou-se.
 
- Meu pai... - ameaçou responder, sem fitá-lo de frente.
 
- Eu sei que seu pai é bravo. Mas, só quero ir com você até a esquina... tomaremos cuidado...
 
Não teve coragem de negar pedido a olhar tão sedutor! Os hormônios em alvoroço suplicavam que aceitasse. Mas, falar o quê, se lhe faltava até o ar?
 
Caminharam lado a lado, em silêncio. As coleguinhas alcoviteiras iam atrás admirando, invejando ou amaldiçoando, sabe-se lá.
 
A partir daquele dia seu primeiro namorado foi aquele príncipe encantado - loiro e lindo, meigo e doce... Dançaram "Se piangi se ridi" e, depois de muito tempo, ofereceu-lhe seu primeiro beijo...
 
Aquele beijo... ah!... Ergueu o pezinho esquerdo e, ao enlevo daquele momento, abriu-se o chão, voejou por entre estrelas... Depois, fugiu como um passarinho envergonhado. Beijara seu primeiro beijo! Precisava urgente contar para sua irmã. Não houve nem tempo e nem coragem de dizer ao amado: - Não mais viverei sem você, nunca mais! - Era preciso fugir, só isso!
 
Quase a correr, com o corpo de menina moça rebolando nervoso, naquele trotar de potranca nova, sentia medo, só medo! De quem? Sabe-se lá! De tudo! Medo do beijo, do amado, do mundo, do pai tão bravo! Medo de si mesma, agora que sentira o sabor do primeiro beijo. Antevia que dali para a frente se apaixonaria, sempre, ao primeiro beijo. Por isso, pela vida afora, ofereceu tanto cuidado ao beijar. Sofrimento, na certa!
 


Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz

Cabo Frio, 2009

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Muito bom BABPEAPAZ

    COMENTÁRIOS REALIZADOS NO PORTAL PEAPAZ

     RESPONDER ATÉ PAULO CÉSAR EM 23 SETEMBRO 2011 AT 10:00

    Autobiográfico? Será?

    Que beleza de beijo... Até eu o senti nos meus lábios.

    Parabéns.

    Beijo.

    PC 

    RESPONDER ATÉ WAULENA D'OLIVEIRA SILVA EM 16 DEZEMBRO 2013 AT 22:44

    Que delícia de memória/história... rsrs

    As cores da adolescência brotando - dá saudade, não ?... Dessa doçura ingênua; tão entregue ao 1º beijo ...

    Adorei 

    RESPONDER ATÉ MÔNICA DO S NUNES PAMPLONA EM 17 DEZEMBRO 2013 AT 16:29

    A emoção do primeiro beijo... Ahhh!

    Tamanho sentimento jamais será o mesmo.

    Tuas eloquentes linhas também me pareceram verdadeiras.

    Adorável e prazerosa leitura.

    Parabéns.

    Bjsssss 

    RESPONDER ATÉ MARIA IRACI LEAL EM 16 OUTUBRO 2014 AT 8:34

    A emoção, a sensação do primeiro beijo jamais se esquece, que conto maravilhoso, parabéns querida Sílvia, beijos MIL. 

    RESPONDER ATÉ SELDA MOREIRA KALIL EM 21 OUTUBRO 2014 AT 15:57

    O primeiro beijo..Sempre o inesquecível dentre todos

    São lembranças únicas que o tempo jamais poderá apagar

    Bravooo querida Silvia....Parabéns

    Gde beijo 

    RESPONDER ATÉ MARCIAL SALAVERRY EM 21 OUTUBRO 2014 AT 19:17

    A emoção do primeiro beijo sempre marca a alma...

    Principalmente quando é o real primeiro beijo da vida...

    Inesquecível...

    Beijos aplauditivos pelo belíssimo conto....

    Marcial 

    RESPONDER ATÉ MARÍA CRISTINA EM 21 OUTUBRO 2014 AT 22:26

    Que belleza de cuento!!!! Cuantos recuerdos bellos nos trae al presente!!!! Hermosa Narración Silvia!!!! Que imán tan especial se siente a pesar de no saber como responder por inexperiencia.

    Me encantó!!!!

    Besosssssssssss con cariño argentino!!! 

    RESPONDER ATÉ LAIS MARIA MULLER MOREIRA EM 22 OUTUBRO 2014 AT 22:58

    Encantadora montagem da cena. A colegial descrita com requinte, a mirada mágica...

    Fascinante!

    Parabéns!

    Beijo 

    RESPONDER ATÉ LUCIA GUEDES (LUFAGUE) EM 23 OUTUBRO 2014 AT 0:54

    Uma delícia de conto, coube-me rever toda riqueza da juventude, um misto de ingenuidade e querença. Lindo e suave, como o primeiro beijo. 

    RESPONDER ATÉ SUELI FAJARDO EM 25 OUTUBRO 2014 AT 21:42

    Emocionante narrativa. Memórias? Sendo ou não, uma história envolvente. Beijos.

  • Top BABPEAPAZ

    Quanta suavidade para ser um erótico, Silvia.  Se eu colocar um meu aqui, você me expulsa!  Mas se o a regra do jogo é esta, vamos cumpri-la.

    Beijo.  Está muito bem escrito!

    • Muito bom BABPEAPAZ

      Estou a sorrir do teu comentário. O tópico diz: sensual E erótico... Este meu conto, é levemente sensual, meu querido amigo. 

      Saliento, que receber um "Está muito bem escrito!" do querido mestre, é simplesmente ADORÁVEL! Muito obrigada.

      Dirigi-me imediatamente para o teu grupo e abri uma aba para os Sensuais e Eróticos que desejares nos oferecer. Desafio lançado.

      Na página de abertura do Grupo Literatura Sensual e Erótica estabelecemos os limites para a nossa atuação.

      No mais, que estejas à vontade para nos encantar.

      Beijosssssssssssss

    • Top BABPEAPAZ

      Impossível.  Sou o maior contista erótico do Brasil, sabia?  Ahhhhhhh, ninguém sabe!  Hehe!  Pseudônimo...  Claro, não vou queimar meu filme!

    • Muito bom BABPEAPAZ

      Tive a oportunidade de ler alguns... Grin.gifGrin.gifGrin.gifGrin.gifGrin.gif

This reply was deleted.