NO CORPO DA NOITE

nocorpodanoite2.jpg

 

NO CORPO DA NOITE

 

No corpo da noite o sol não me priva

Das horas luminosas por te encontrar

Tentando-me chamas em carne viva,

Face de sol, dia claro a me chamar.

 

Nos meus seios de luminas a marejar
Fulgores em suores de paixão ativa,
No corpo da noite o sol não me priva
Das horas luminosas por te encontrar.

 

À luz da noite, irradiado ele me criva

Teu claro peito em lençóis de abrasar,

Marés cheias no meu corpo de Diva,

Translúcida, gozoza a nos transbordar.

No corpo da noite o sol não me priva!

 

Vilma Piva

Direitos Autorais Reservados ®

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –