VÉSPERA DE CARNAVAL

3542239224?profile=original

Escalando a espinha dorsal,

a frígida sensação da manhã

vibra a angústia matinal

ao som de repiques de tantãs.

Na órbita do sol que nascia

apontando agruras do novo dia,

envolto em melancolias,

falsas alegrias

de véspera do Carnaval...

Golpes de memória, recordações,

realidade transfigurada,

anestesiada por sensações

num frenesi de desabafos -

nos blocos ao delirante Baco -

entre orgias e desfaçatez. 

Confetes e serpentinas,

fantasias e embriagues;

Véspera de 4 dias

de folia e insensatez,

despidos de críticas

e a vontade do freguês.

Carnaval, 4 dias em que somos Reis !

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.