Todos os posts (11)

Cantora Artista Plástica Poetisa e Escritora

Dia de inverno

MEU WORKSHOP DE HOJE

No meu workshop de hoje
Eu fui para pintar um quadro
E trouxe para casa dois.
Quero que o meu coração aloje
Estes bonitinhos e pequenos cedros
Que na minha tela figuram.
E também se destaca uma silhueta.
Engraçada e ágil como a borboleta.
Confesso que me encantaram
Eles são céus mares e são sóis
Como o encantador pôr-do-sol
Que é para mim um farol.
E que pintei a azul e a amarelo.
Neste dia lindo, inesquecível e belo.
Quero ornamentar estas pinturas
De muito carinho e ternura
Do sorriso e empatia do professor
Que me ajudou a dar às minhas telas vida e cor.
E pela sua amabilidade e simpatia
Eu lhe estou muito grata
E não é falsa modéstia
Prometo-lhe que um dia vou voltar.
Sua arte é mais que ouro e prata.
Hei de sempre com a pintura me encantar.
E a sua arte de professor admirar.
21-04-2017
Maria Silvéria dos Mártires

MEU WORKSHOP DE HOJE

No meu workshop de hoje
Eu fui para pintar um quadro
E trouxe para casa dois.
Quero que o meu coração aloje
Estes bonitinhos e pequenos cedros
Que na minha tela figuram.
E também se destaca uma silhueta.
Engraçada e ágil como a borboleta.
Confesso que me encantaram
Eles são céus mares e são sóis
Como o encantador pôr-do-sol
Que é para mim um farol.
E que pintei a azul e a amarelo.
Neste dia lindo, inesquecível e belo.
Quero ornamentar estas pinturas
De muito carinho e ternura
Do sorriso e empatia do professor
Que me ajudou a dar às minhas telas vida e cor.
E pela sua amabilidade e simpatia
Eu lhe estou muito grata
E não é falsa modéstia
Prometo-lhe que um dia vou voltar.
Sua arte é mais que ouro e prata.
Hei de sempre com a pintura me encantar.
E a sua arte de professor admirar.
21-04-2017
Maria Silvéria dos Mártires

Saiba mais…
Cantora Artista Plástica Poetisa e Escritora

Quero cor na minha vida

Quero Cor na minha vida

 

Foi quase numa brincadeira

Que fui espalhando a tinta

Assim muito à minha maneira.

E fi-lo com o coração e a alma inteira

E é mesmo verdade e não mentira.

Que este arco iris de bonitas cores

A mim muito me alegra e encanta

Nesta minha tela eu vejo um roseiral.

Tem as cores do tecido da minha blusa

Que visto para dançar no carnaval.

E nela o meu pensamento repousa.

A pensar e a orar apelos meus amores

Não há blusa nem roseiral assim igual.

E é com esta minha simples mas alegre tela

Que vos venho desejar uma noite boa e bela

Sensacional maravilhosa e esplendorosa.

Ofereço-lha como se fosse uma bonita rosa

Ela tem muita cor e tem muita vida

É para vós meus amigos e amigas queridas.

22-01-2018

Maria Silvéria dos Mártires

 

 

Saiba mais…
Cantora Artista Plástica Poetisa e Escritora

Mar do Guincho, Lisboa Portugal

MAR DO GUINCHO

 

Tantas vezes feroz e violento

E agreste o mar do guincho

Mas hoje calmo sereno e sem vento

Não sei se por vaidade ou capricho.

Suas águas azuis prateadas ondulantes

Encantadoras lindas e deslumbrantes.

Ficou belo na fotografia, através da qual o pintei

Verdes, azuis castanhos, preto e outras cores que misturei

E esta miscelânea de cores coloquei na minha tela.

É uma pintura a óleo, mas podia ser uma aguarela

Ao cimo e no horizonte a bonita serra de Sintra

Que parece que pelo mar e pelos nossos olhos entra.

Mar do guincho mar gigante, que na tua ondulação

Nunca se perca, barco ou homem na navegação.

E para alegrar o teu dia ofereço-te esta pequena poesia.

12-05-2017

Maria Silvéria dos Mártires 

 

Saiba mais…
Cantora Artista Plástica Poetisa e Escritora

Abstrato, amálgama de cores

BOA NOITE

 

Amálgama de cores

 

Nesta amálgama de cores

Não saiu bem a mistura

Mas transmite-me frescura

E é com muita ternura

Com amizade e amor

Que ofereço a todas as mulheres

Desculpem a fraca pintura

Foi para mim uma aventura

Esta pintura abstrata

Um dia quero pintar bem

E a Deus ficarei muito grata.

E a todos os amigos também

E antes de me recolher

Ofereço a todas as mulheres

Uma fatia de bolo e um cálice de licor

E deixo rosas e malmequeres.

08-03-2017

Maria Silvéria dos Mártire

Saiba mais…