Confiando no Futuro

Confiando no Futuro

 
FRATERLUZ+-+Confiando+no+Futuro.png
“Irmãos, quanto a mim, não julgo que haja alcançado a perfeição, mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, avanço para as que se encontram diante de mim”. (Paulo- Filipenses 3:13 e 14). 

Na caminhada evolutiva que todos estamos empreendendo, em busca de dias melhores, é muito natural que tenhamos, ao longo do percurso, sofrido algum tipo de acidente que deixou reflexos infelizes em nossa jornada. No entanto, nenhum obstáculo, por forte e ameaçador que seja pode impedir nossos sonhos de paz e felicidade.

Aqui foi uma decepção inesperada com relação àqueles que caminhavam conosco, pois quando esperávamos ajuda notamos que nos trouxeram mais problemas.

Ali deparamos com a incompreensão alheia semeando dúvidas e incertezas sobre a veracidade e firmeza dos nossos ideais, quando não acreditaram no nosso real desejo de amar e servir.

Mais adiante foram equívocos e ilusões que se responsabilizaram por nossas quedas, amargando nossa realidade e nodoando nossos dias com o visgo do arrependimento.

Não importa o que aconteceu, precisamos estar atentos às observações sábias e oportunas de Paulo, quando na essência de seu ensinamento à comunidade Felipense, informa que devemos esquecer todas as expressões inferiores do dia de ontem e avançar para os dias iluminados que nos esperam.

Na condição de Espíritos ainda muito distantes da perfeição, não se caracteriza surpresa a existência de falhas, pois que estamos nos esforçando para aniquilar o homem velho que nora dentro de nós para fazer nascer o homem novo, mas ainda não conseguimos isso, portando é preciso, com determinação e coragem, prosseguir buscando nossos objetivos.

Erramos ontem, nos fizeram sofrer, obstáculos surgiram, sigamos mesmo assim, encorajados pela imensa possibilidade de momentos melhores no porvir. A providência divina que tudo vê e sabe, em momento algum nos desamparará. Todo ideal nobre, salutar e sublime ganha a adesão dos Espíritos benfeitores que se prontificam a amparar aqueles que se decidem pelos caminhos do bem.

Nosso passado de erros, de forma alguma, pode atrapalhar nossos anseios de crescimento espiritual. O aluno para chegar ao diploma que aguarda com ansiedade, em muitas ocasiões precisa repetir a lição que não fez de forma correta. Portanto, o erro abre perspectivas para o acerto e ninguém em sã consciência pretenderá somente acertar. Ainda, se aqueles a quem depositamos nossas esperanças de amparo e ajuda desertaram, outros companheiros virão, pois que é da lei que os afins se encontrem.

Assim sendo, guardemos as experiências que os equívocos e os enganos nos proporcionaram e rumemos, com firmeza e arrojo, para as conquistas que nos esperam, pois que somos filhos de Deus e nessa bendita condição, estando devidamente conscientes das nossas possibilidades, nada atrapalhará nossos passos pelos caminhos iluminados do amanhã.

Ergamos a bandeira do bem e elejamos viver demonstrando sempre sensibilidade, ternura, interesse e carinho para com o próximo e os nossos gestos magnetizados pelo amor encontrarão ressonância no seio da bondade divina, sempre presente no coração daqueles que amam.

W. A. Cuin
 
 
 
 
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas