ODE AO PRAZER

  3542330505?profile=original

 

 

 

               ODE AO PRAZER

 

 

A onda veio e me arrastou enamorado

Para o mar profundo que vi em ti

Ao rochedo do teu corpo fiquei colado

E te amei com a loucura que senti

Quando pousei a mão no céu molhado

Das tuas coxas…e então me perdi.

 

 

 

Teus beijos transformados em sereias

Colavam o mastro firme ao horizonte

E seguindo a ondulação de tuas meias

Acabei por achar a tua generosa fonte

Que me saciou e me deu outras ideias

Para atacar a baía…a praia e o monte.

 

 

Finalmente montámos fogosos alazões

Cavalgando levámos o prazer aos céus

Que em nós havia um mar de emoções

Um desejo que rompia os brancos véus

Até que o vento nos atiçou as sensações

E voltámos para explorar alguns ilhéus.

 

F. Corte Real

Portugal

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.