invernal relento

treme um assobio
de frio,
o vento.

tirita desafinos
de tanto levar 
pingos de chuva.

sem capuz e
sem luvas

coitado...

tenta se aquecer
nos meus cabelos molhados
bate a cabeça nas janelas
do meu corpo gelado

pensando que
sou cabana...

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –