TOP BABPEAPAZ

Fortunas

 

Fortunas 

 

Abro um site e vejo a notícia: Antonio Luiz Seabra e Lily Safra ainda figuram como na lista dos mais ricos da Inglaterra.

E eu com isso? Vai mudar a minha vida em quê? No duro, no duro mesmo não muda nem a deles. Dinheiro que serve é o suficiente para viver-se bem. O resto é o resto.

Lembro de uma frase do filme “The Godfather”, o excelente “O Poderoso Chefão”, onde Marlon Brando ensinou ao mundo o que é ser ator. “Atrás de uma grande fortuna sempre há um crime”, que todos julgaram de Mario Puzzo, autor do livro que deu origem à obra prima do cinema.

Engano. Esta frase é do escritor francês Honoré de Balzac, e traz sempre controvérsia. Alguns dizem que é absolutamente verdadeira, outros negam. Mas parece que tem seu fundamento. A própria Inglaterra enriqueceu com a pilhagem nas colônias e no mar. Grande parte de países europeus, mesma coisa, excetuando o corso e a pirataria, esta hoje com sentido bem mais amplo, e nem por isso menos criminosa.

Fico imaginando morar numa mansão ou palácio, com toda a mordomia possível. Empregados diversos, capazes e fiéis. Cozinheiros. Motoristas, carros na garagem. Amplo gramado dominando a frente da residência, com dois acessos, pela direita e pela esquerda.

Sinceramente. Passar duas semanas de férias deve ser bom. A vida inteira, uma chatura das maiores.

E vou parando de falar em futilidades. 

Publicado no Portal PEAPAZ em 9 de maio de 2011

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • OURO BABPEAPAZ

    Todo ser humano deveria ter o necessário para viver bem.

    O problema é o entendimento do que é "viver bem".

  • PRATA BABPEAPAZ

    Morar com tantos serviços à propria disposição, talvez seja bom por uns tempos. Imagino que a monotonia e a ausência de esperanças devem atolar o ser numa desagradável ilusão. 

    Em relação ao Colonialismo em tantos países, foi uma humilhação das maiores, escravizando e roubando o fruto do trabalho alheio... Matando sem dó nem piedade.

    Não é uma futilidade qualquer, porquê esses assuntos servem de conhecimento e de reflexão para todos.

    Beijosss, Arlete.

This reply was deleted.