Ideias, ideais e princípios que ressaltem as ações humanas respaldadas em valores morais: Respeito à Dignidade Humana/Paz/Justiça/Honra/Amor/Liberdade/Solidariedade/Responsabilidade. Moderadora: Sílvia Mota.

81 Members
Join Us!

Humanismo

Nascimento do Humanismo

O humanismo nasceu em Florença, nas últimas décadas do séc. XIV. Petrarca (1304-1374) foi o primeiro a colocar o homem como sendo o centro de toda ação e como agente principal no processo de mudanças sociais. Baseou se em Cícero para o estudo dos modelos clássicos, e em Virgil para os modelos do latim. Este novo interesse fez com que se explorassem as escolas monásticas em busca de documentos perdidos. Uma das mais importantes descobertas foi feita por Poggio Bracciolini, que pensa se descoberto as obras completas de quinze diferentes autores, entre eles os trabalhos artísticos e arquitetônicos de Vitrúvio, o tratado De Architectura, descoberto na biblioteca do mosteiro beneditino de Saint-Gall. Foi pela descoberta deste documento que se deram as bases da arquitetura humanista (?), pois não só era a única referencia ao modo de construção da Antiguidade como dava ainda informação essencial para a formulação do Classicismo na arquitetura.

 

Características do Humanismo

Antes do pensamento humanista, o centro do pensamento era Deus, um pensamento teologista. A partir deste movimento, passa a haver um antropocentrismo. Para o homem Renascentista, o ser humano continua a ser uma obra de Deus, mas tem livre-arbítrio e é dono das suas decisões, podendo decidir o seu destino. A obra humana passa a ser valorizada não como uma obra de Deus, mas como sua própria criação. Submeteu o sensorial ao racional, resultando numa necessidade de retratar o mundo tal como era, percepcionando pelos olhos e não numa visão idealizada.

 

Humanismo Social

O humanismo também afetou a sociedade nas ideias políticas, nascendo a república no início do século XV. A ideologia baseava se na crença que cada indivíduo, cada cidadão tinha a capacidade de participar nas ações politicas, dando ênfase á autonomia humana.

 

Conclusão

O Humanismo mudou por completo todo o pensamento humano, e não foi só uma nova maneira de fazer arte. Foi uma maneira de ver o mundo, que trouxe um pouco de ''luz'' aos homens, e que os fez sair das sombras da Idade Média. O pensamento humano volta a ser desenvolvido, volta a existir valor Humano e não apenas o valor que se atribuía por completo a Deus. A partir desta época há uma evolução praticamente em todos os aspectos do Homem, desde a maneira de ver o Mundo, de representar o mundo, de estudar o mundo.

http://historiadaarte.pbworks.com/w/page/18413873/Humanismo

 

ESTE ESPAÇO RESERVA-SE À PUBLICAÇÃO DE CRÔNICAS, POEMAS, ARTIGOS DE OPINIÃO, ARTIGOS CIENTÍFICOS, MONOGRAFIAS, DISSERTAÇÕES, TESES, entre outros trabalhos.

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Forum

Esperança...?

ESPERANÇA...? Esperança tem rosto oculto de vergonha Tem sonho infantil proibido Tem sorriso ausente olhar vazio Esperança habita fundo de gaveta secreta, dum edifício cinza. Perdida da sua razão, não sabe sequer k existe. Esperança tem cheiro de pólvora cor de cinza e breu destroçado Tem cheiro de náusea e de sangue Cravo sem ferrugem, nem tempo de a tomar Esperança emudeceu! Sons sem gargantas, Palavras e gritos mudos, quebrados Estilhaços de seres na dor Esperança … Era algodão-doce…

Saiba mais…
5 respostas

A Miséria... Poemas MIL (Inspirado em 'Meninos, Os 2' de Zeca Feliz)

Imagem GoogleA Miséria...A miséria que se acomoda ás pedras da rua, que abraça tão forte um papelão sujo,é o triste retrato de ilusões perdidas,de sonhos desfeitos, realidade nua e cruade quem sofre o indevido!De almas tristes e peles nuas, sofrendo maldades, fome e frio,xingados e jogados á noite escura,imploram á lua que iluminecorações, os livre da amargura!Que saiam das suas armaduras, estendam as mãos e se diminuao sofrimento, a desdita, a sinade quem nada tem e vive nas ruas!Quando o…

Saiba mais…
3 respostas
Muito bom BABPEAPAZ

Sobre a biologia do amor (Parte 1) - Humberto Maturana

AMOR - o início de tudo! Sobre a biologia do amor - Parte 1 - "O recém-nascido não nasce no medo ou na agressão, nasce na confiança em que há um adulto amoroso que o espera para acolhê-lo, assim como a borboleta que ao sair do casulo nasce confiante em que haverá flores e néctar que farão possível a sua vida. O recém-nascido parece dizer: aqui estou, ame-me e serei um adulto amoroso; o menino ou a menina que chega à creche, ou ao jardim da infância, ou à escola, ou à universidade, a menos que…

Saiba mais…
1 resposta
Artista Plástico Poeta Advogado e Escritor

ERROS QUE SE PROJETAM NO TEMPO

               ERROS QUE SE PROJETAM NO TEMPO                 O viver não pode ser visto apenas como um motivo de lazer, como algo a ser desfrutado a nosso bel prazer. Somos donos de nossas vidas dentro do âmbito da compreensão humana. Mas não temos o direito de destruir corpo e mente. Tal ato nunca é inteiramente pessoal. Arrasta muitos inocentes a sofrer danos até irreversíveis pelas emissões danosas de atos inconsequentes e impensados; qual fosse lançar-se uma bomba atômica sobre um lar.…

Saiba mais…
3 respostas

Photos