VIDA – Um duo

3542259980?profile=original 


O sol faz nascer o claro dia
E se vai logo ao anoitecer
É quando começa a poesia
A inspiração a faz nascer

Dando lugar às estrelas, à lua vadia
Artistas e poetas compõem melodias
As estações do ano chegam e se vão
Como as flores primaveris se dão

Mudando a cara e o coração
Tudo se desnuda em floração
As flores lúcidas e perfumadas
Saltam aos olhos encantados

Perecem deixando as sementes
Na terra sedenta de água e calor
Assim a vida brota intensamente
Deixando no ar todo seu esplendor

A crisálida ao sair de cena
Faz surgir à linda borboleta
Torna o cenário mais bonito
No bater sinfônico das asas

À procura da beleza da flor
Tudo então agora resplandece
Comove-se com o espetáculo
Que surge no belo movimento

Para um doce deslumbramento
Pronta para viver e se envolver
No maior amor que vai surgindo...
Em um amor maior de se viver

E nós queremos ver pra crer
Como se eternos fôssemos
E realmente nós o somos...

Mas aqui... Ainda estamos
Só estando, nos compomos
Estamos passando, indo
Sorrindo, brilhando, existindo

Então vamos apreciar sorrindo
Todos os bons e belos momentos
E sermos felizes compartindo
Sem as cicatrizes das más lembranças

Vivendo e degustando a cada estação
Cada amanhecer que surge no horizonte
Cada emoção... Que nasce e desponta

A cada dormir e acordar novamente
Cantar uma cantiga doce comovente
E lembrando sempre, sempre radiante
Amigos dos bons e maus momentos

Que o melhor desta vida não se esqueça

É amar! Amar! E sempre Amar!


Lourdes Ramos & Hildebrando Menezes

http://www.recantodasletras.com.br/duetos/5260792

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –