SILÊNCIO PURIFICADOR

 

Há que se dar um tempo
Ao silêncio reparador
Mesmo driblando a saudade
Afastar mentiras enraizadas

E se entregando à realidade...

Onde se pode de fato aferir
A eloqüência do ser e do ter
Toda a sua intensa vibração
Ao se evitar cair em tentação

De se doar ou de se oferecer

Do elogio fácil e enganoso
Que é tão vil e tão ardiloso
A desviar-te da plenitude
O silêncio é mais que atitude

Ao encontrar alguém astucioso

Música que entoa a alma repleta
Do descanso das inconseqüências
É  sábia prudência que grita
Palavras e sentimentos inauditos

Há que cambiar outra freqüência

E se perderem sua coerência
É ciência e leveza da sapiência
Que não dissipa a essência
Ou a dor que em torno levita

Não desenha uma trama bonita

Silêncio é a mais pura atitude
Fonte que tudo lava e depura
Afasta-te dos espíritos sinistros
Perversos, cruéis e malditos

Sem a nobreza e sem a virtude
 
E poluem e pioram o submundo...
Maculam o que há de mais profundo
Vestem e travestem a triste solidão
E te impedem de degustar a emoção

Sem arrependimento e sem remissão

O silêncio é o mais leal amigo
Que te orienta e te torna forte
Contra os ardis daquele inimigo
Oferece-te um suave abrigo

E favorece a tua boa morte...


Duo: Hildebrando Menezes e Lourdes Ramos

http://recantodasletras.uol.com.br/duetos/2484460

Assista editado em vídeo:

SILÊNCIO PURIFICADOR - Duo: Hildebrando Menezes e Lourdes Ramos

https://www.youtube.com/watch?v=9gPMcn-HNVw

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

    • Então vamos combinar ... Estou mesmo disposto

      a cumprir esse pré-acordo e me mudar lá para

      aquele recanto mágico da praia do futuro. Veja

      com calma um local onde possa durante as manhãs

      tomar meu banho de mar, comer caranguejo e as loiras

      geladinhas e às tardes e noites escrever nosso livro.

      Balneário Camboriú fará parte do passado rs. O presente

      aqui na praia de Guarjuba e o futuro à deusa Lufague pertence.

      Beijossssss. Hilde

    • Do pouco que conheço o parceiro Hilde, sei que é bem brincalhão, vou acreditar que você gosta de comer as loiras geladinhas e beber os caranguejos rsrsrsrs, brincadeiras a parte, depois você me passa seu email pra gente dá asas a sua ideia viu? a do livro parceiro rsrsrs

       

       

      Carinho, Lu

    • É seríssimo. Está decidido. Só não bebo loira quente rs.Caranquejo, sim!

      Não precisa ser um local suntuoso. Pode ser chopana, mesmo! Mas com

      possibilidade de internet e perto do mar. Meu e-mail? navegando_amor@hotmail.com

      Minha ponte aérea a partir de 2012 será Salvador X Fortaleza com toda certeza!

  • PRATA BABPEAPAZ

    Interessantes reflexões transformadas em belo poema-dueto.

    Parabéns, queridos!  Beijossssssssssss

    • Arletinha este é um dos poucos poemas que escrevi antes

      da parceira e ela colocou seu toque mágico. Apreciei também

      a tua visita aqui e lá no meu blog aprendiz de poeta. Beijossss.

  • Aprendemos um pouco com o silencio é isto meu querido poeta,meu carinho .Fátima Galdino

    • Sim! O silêncio e nossos próprios erros 

      são nossos melhores professores. Beijo grande

      e doce, talentosa poetisa.

  • TOP BABPEAPAZ

    O silêncio, por vezes, é uma boa arma.  Em outras, não é nada eficaz.

    Grande abraço.

    • Disse-o bem e com propriedade meu nobre poeta

      e amigo exemplar. É isso mesmo, sem por, nem tirar.

This reply was deleted.