Sentimento inesquecível!

 

 3542159678?profile=original

Foi num dia perdido,
Que parecia sem sentido
Numa noite esquecida,
Na penumbra esmaecida

Por um tempo perdoado,
Absorvido dos pecados
Foi numa altura indiscreta,
Sol que viria a beijar a testa

Que sentimentos impossíveis
A querer tornar-se plausíveis
Assolaram nossa mente,
Para fazê-la inconsequente

E deixaram-nos perdidos
Sem saber o ponto de partida
No nosso próprio caminho...
Como carta no fundo do escaninho

Uma sintonia perfeita,
Era a busca satisfeita
Feita de amor e magia,
A iniciar a nossa poesia

Penetrou nossa alma,
Transformou em revolução
E o destino, entrou em ação.
Lá estávamos em comunhão

Então, iniciou-se a transformação
O céu de cor viva... Explosão!
Perdeu a sua tonalidade...
Induziu a tranquilidade

Tornando-se mais harmonioso,
Deixou-nos mansos e manhosos
Mais suaves... Delicados!
Poéticos e refinados

Um sentimento estrondoso,
Penetrou dentro de nosso ser,
E por momentos deixou-nos
Alegres e felizes ao alvorecer

Num estado perpétuo de pura divagação
Sem medos, receios ou enganação
Um sentimento perfeito,
A nos unir desse jeito

Surgiu, de entre muralhas,
Apesar de ter à nossa volta canalhas
Deixou-nos assim, neste estado,
De um torpor como maravilhados

Neste mundo já preso,
Perdido e achado
Lá no fundo do baú
Dentro da toca do tatu

Deixou-nos assim, perdidos,
Foi então, que ocorreu o inesperado
Num mundo bem feito e perfeito,
O amor saiu de onde estava escondido

No meio de uma vida fantasiada,
Quis mostrar a cara pra rapaziada
Num destino antes bastante incerto,
Colocou todas suas fichas na aposta

Num momento inesquecível,
De um rompante admirável
Que percebemos... Encantados
Que nós nos amávamos.

Catarina Camacho e Hildebrando Menezes

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.