Amo-te... Um duo!

3542262306?profile=original

 


Amo-te, a cada nascer da noite...
Onde mais espero a tua presença
Sentindo o frio bafejando o meu rosto
Quando tua ausência baila ao vento
E tua suave fragrância se espalha...

Como dói não tê-la ao lado, bem junto
Sentindo teu corpo colado ao meu
Amo-te com loucura, com ternura
Como quem te quer a toda e qualquer hora
Quando te vejo, te cheiro, te ouço, te sinto...

Ao refletir, ao tocar, ao imaginar, ao sonhar
Amo-te, quando teus fragmentos
me preenchem em cópula a memória,
e a tua satisfação em mim, aflora.
É um sentir tão forte, terno e constante

Que só é próprio de quem tem alma e adora
Amo-te quando a frequente saudade
balsâmica de ti, invade-me
Não tenho nem como descrever esse sentimento
Porque às vezes nem mesmo eu sei por quê?

Ele está repleto de pureza e de enlevo
Não há sinais de vaidade ou de posse
Que poder doutro mundo vejo que tens sobre mim?!
Um amor como esse é meu começo e meu fim
Embevecida nesse infinito desejo e prazer,

Amo-te.

Tal intensidade, consciente em mim,
desse humano privilégio!
Um amor para ser cantado e decantado no universo...
No céu, no sol, no ar, no luar, em qualquer lugar
Só me resta amar-te e dizer...

Amo-te!

Lufague & Hilde

http://www.recantodasletras.com.br/duetos/5270001

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.