DIAMANTE BABPEAPAZ

A Vida de Mariinha Mota em Cordel


Mariinha Mota - Poetisa Brasileira
e o seu Exemplo de Amor, Humildade e Cultura
Cantador: Rodolfo Coelho Cavalcante
Ano de 1983
18 páginas

 Para ler a obra completa,
clicar no link abaixo:
Mariinha_Mota_Literatura_de_Cordel_n_1647_Rodolfo_Coelho_Cavalcante.pdf

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Comentário de Marco Bastos realizado no Portal PEAPAZ em 8 agosto 2011 at 14:52:
    Li as dezessete páginas do cordel dedicado pelo Rodolfo Cavalcante à sua mamãe. Mariinha Mota foi uma mulher de muito valor. Gostei de ler os seus feitos e de saber da projeção que conquistou em suas atividades. É uma sorte nascer em uma família como a sua, que por semelhanças de tempo ou de ambiente, é como se eu a conhecesse. Também lhe dou os parabéns, Sílvia, citando uma frase que meu pai deve ter aprendido nos seus estudos sobre genética (era médico) mas que transportava para além da biologia, para os fatos da vida, e gostava de repetir: "- quem herda não degenera!."
    beijos.
    Marco

This reply was deleted.