BRONZE BABPEAPAZ

3542371456?profile=original

 

 

VÔO VIRTUAL

 

A brisa fresca entrou,

Bafejou minhas pernas sentadas

Levantou minhas folhas na mesa pousadas

Vi então esvoaçar pela janela aberta

Mil palavras não pronunciadas,

Por entre as flores cor de fogo e oliveiras

Minhas palavras não faladas

Não ouvidas nem lidas

Ganharam mil asas invisíveis foram no céu azul…

Alguém as lerá um dia ou uma noite, quiçá …

Alguém um dia fará uso delas desconhecendo que,

Muito antes de seus olhos nelas poisarem

Foram pássaros invisíveis

- como todo o virtual é -

Ganharam cores e vivências que ninguém saberá.

 

Minhas palavras não faladas nem lidas...

 

 

Chantal Fournet

4 Novembro 2017

Portugal

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Que belo poetar. Quão ricas palavras!!!

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Folhas que voam num vento desconhecido, levando palavras, não faladas e nem lidas.

    Somente um poeta poderia ter tamanha inspiração.

    Belíssima composição a encantar o leitor.

    Parabéns, minha querida.

    Bjsss.

  • PRATA BABPEAPAZ

    Só a muito amada francesinha escreveria algo tão belo...Te abraço

    • BRONZE BABPEAPAZ

      Ó Marciaaaaa sabes que não! 3.gif Tu! tão grande Escritora e Poetisa! fico encabulada!!! 9.gif

      Grata por teres visitado minha pequena adição Virtual! 

      beijos de poesiaaaaa

      Chantal

      3544371916?profile=original

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Na versatilidade dos pensadores...

    vibrações galgam  alturas

    vislumbram venturas...

    acima do mundo de dores....

    Ganharam mil asas invisíveis foram no céu azul…

    Amei!!!!!

    beijos

    • BRONZE BABPEAPAZ

      Grata por teuMUITO  BELO poema-resposta! Pois isso foi poema e verdade 5.gif....... nossaaaaa|!! obrigada por assim captares  minh'alma .....

      3544371797?profile=original

This reply was deleted.