Espaço reservado às publicações das epígrafes criadas pelos autores da Rede Cultural Poetas e Escritores do Amor e da Paz. Criado por Sílvia Mota.

39 Members
Join Us!

diretrizes para participação no grupo

O que é uma epígrafe?

Do grego gráphein (“inscrição”), uma epígrafe é um texto breve, em forma de inscrição solene, que abre um livro ou uma composição poética. Na época clássica, faziam-se epígrafes ou inscrições em pedras, estátuas, medalhas, monumentos, etc., para conservar a memória de pessoas ilustres ou acontecimentos históricos de relevo. Uma epígrafe designa não só as inscrições que celebram um acontecimento mas também os títulos descritivos de partes de uma obra ou dos capítulos que a compõem. Ao estudo das epígrafes chama-se epigrafia. Os escritores antigos fizeram pouco uso das epígrafes, mas a epígrafe literária entrou em uso no séc. XVI, tornando-se moda a partir do séc. XVIII. Em França, surge pela primeira vez em 1704, no Dictionaire de Trevoux e daí por diante começou a ser utilizada em toda a Europa.

A epígrafe é um pré-texto que serve de bandeira ao texto principal, por resumir de forma exemplar o pensamento do autor. Tem, pois, a função de um lema ou de uma divisa. O autor pode optar por colocar a epígrafe em página isolada, antes do corpo principal do texto, servindo de abertura solene do livro, pode ocorrer logo abaixo do título de um livro, ou ainda à entrada de um discurso, capítulo de obra extensa ou composição poética. Em certos géneros literários, como os discursos formais ou os sermões, a epígrafe é assumida como parte activa do texto, sendo um ponto de partida de discussão. O recurso à epígrafe não é um exclusivo dos autores literários. O ensaísta Eduardo Lourenço, por exemplo, coloca normalmente uma epígrafe na abertura das suas obras. Não se deve confundir a epígrafe com a dedicatória da obra nem com os resumos de capítulos, como o faz Almeida Garrett em Viagens na Minha Terra.

A epígrafe tanto pode ser uma divisa que resume uma certa ideologia assumida pelo autor como pode servir de introdução etimológica, por exemplo, a uma obra cujo título é enigmático ou ambíguo, como no caso de Esteiros (1941), de Soeiro Pereira Gomes, que abre com esta epígrafe: «Esteiros. Minúsculos canais, como dedos de mão espalmada, abertos na margem do Tejo. Dedos das mãos avaras dos telhais que roubam nateiro às águas e vigores à malta. Mãos de lama que só o rio afaga». Fonte de pesquisa.

Cada autor criará um tópico com seu nome,

no qual publicará frases da sua autoria.

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • DE facto meus amigos têm razão

  • O amor é a mola mestre da humanidade, somente com amor caminharemos na direção de Deus.

     

This reply was deleted.

Forum

BRONZE BABPEAPAZ

EPÍGRAFES DE ISABEL C S VARGAS

1.O LIVRO É UM BOM COMPANHEIRO.2.A LEITURA ABRE HORIZONTES.3.A LEITURA OFERECE NOVOS CAMINHOS.4.NA LEITURA DESCOBRIMOS OUTROS MUNDOS.5.ATRAVÉS DA LEITURA NOS IDENTIFICAMOS COM OUTRAS PESSOAS.6.COM UM LIVRO DESCOBRIMOS NOVOS SENTIMENTOS.7.ESCREVER É UM ATO DE CORAGEM.8.ATRAVÉS DA LEITURA MOSTRAMOS NOSSA ALMA.9.NA LEITURA NOS IDENTIFICAMOS COM O OUTRO.10.QUEM LÊ NUNCA ESTÁ SÓ.11.QUEM MUITO LÊ APRENDE A ESCREVER12.A ESCRITA CURA MUITAS DORES.13.ESCREVER É UM ATO DE SOBREVIVÊNCIA.14.QUER ESCREVER?…

Saiba mais…
2 respostas

Epígrafes de Antonio Domingos

"Não decoro frases de relevância dos grandes personagens da história, admiro-as em suas épocas, somente as de fundamentação eterna para a Humanidade, absorvo-as na alma"antonio domingos- 15 de Julho de 2016Decisão“A mais solitária das decisões é solidária e pública” Antonio Domingos16 de Julho de 2016 Terrorismo“Aqui se faz aqui se paga, ditado popular, que traduz a existência do Terrorismo”Antonio Domingos16 de Julho de 2016

Saiba mais…
0 respostas
DIAMANTE BABPEAPAZ

EPÍGRAFE MIL (II)

Há quem nos oferece uma flor e nos deixa o seu perfume ehá quem nos oferece  seu coração e nos  dá o seu amor!Se há que dizer, seja o que for, seja doce e amigo,a palavra só vale quando dita com carinho!O mundo parece estar no caos,mas cada qual é um mundo pessoal,mandando muita luz para todos,um dia tudo muda!

Saiba mais…
3 respostas
BRONZE BABPEAPAZ

Epígrafes de Dione Fonseca

 Ninguém de bom senso começa uma leitura do final e com livro invertido, ou seja, de cabeça para baixo .Leia correto.Dione FonsecaIII   Hoje escolho meus amigos.   Dione FonsecaIV Andei sozinha porque me disseram antes só que mal acompanhado.  Outro me falou uma andorinha só não faz verão. Andei em bandos.Dione Fonseca    Alimente seus cães.  Dione FonsecaV Incomodou-me o ditado: Os cães passam e a caravana passa. Eles latem para proteger o seu domo e se você aproximar  ele morde. A caravana…

Saiba mais…
2 respostas