PRATA BABPEAPAZ

O limoeiro

O limoeiro

Este limoeiro já foi um delicado arbusto que nasceu espontâneo no canto do jardim. Com as podas transformou-se numa árvore forte e esparramou seus ramos, fazendo sombras e ocupando um grande espaço. Seus frutos, que são muitos, sempre foram distribuídos aos vizinhos. Um de seus galhos, com muito viço, alcançou o espaço da rua, começando a atrapalhar a passagem de automóveis. Teve que ser cortado.

O pior de tudo, o que me impede de executá-lo, são os ninhos de jurití e de outros passarinhos que abriga. Nossa cidade-ilha tem o privilégio de possuir áreas de preservação e outras ilhas menores próximas, que abrigam ninhais. Assim, vemos aqui passar belos pássaros, como a gralha azul, que eu imaginava sobreviver somente no planalto, tendo-se em vista que são plantadoras das pinhas, as sementes comestíveis das araucárias.

Uma cena linda a observar-se desde a chegada da primavera é o coro de pássaros a gorgear em frente à casa, quando começa a clarear o dia. E, quando ainda é escuro e alguém se acorda e acende uma luz, as avezinhas iniciam os gorgeios.

Recordo-me de que, com meus meninos, apreciávamos as juritís e outros pássaros miúdos se acercarem do limoeiro com capins secos ao bico, para construirem seus ninhos. Quando uma jurití descascou seus ovos, um dia vimos um filhotinho caído sobre um banco do jardim. Imaginamos que, ao dar o primeiro vôo, ele não teve força nas asinhas e caiu. E a mãe-pássaro o olhava do galho do limoeiro, em gorgeios que, certamente, só eles compreendiam. Comentei com meus garotos que comigo apreciavam a cena: - Quando os filhotes não têm coragem de voar do ninho, a mãe lhes dá um empurrãozinho e eles alçam voo.

Naquele momento tão lindo e até bucólico, eu não poderia suspeitar que meus filhotes, pouco tempo depois voariam de nosso ninho, e para muito distante. Um deles não voltaria mais. Não queiram imaginar como este ninho ficou silencioso... Muitas vezes, ao cair da tarde, ouço a jurití soluçar. Parece um grito de saudade.

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.