...o bêbado e o guarda carrancudo... 

 

No meio da praça, o guarda carrancudo deparou com um bêbado que cantava bem alto:





...orgulhoso, ...orgulhoso, ...orgulhoso!

...me responda, ...me diga, ...me responda:

...você vive? ...você vive?

...NÃO, NÃO, NÃO!

...você ama? ...você ama?

...NÃO, NÃO, NÃO!

...então, seu mal não é "orgulho"...

...seu mal não começa com O; começa com B!





Em seguida, o bêbado riu muito e aplaudiu como se o cantor fosse um outro.

A carranca do guarda se transformou em um largo sorriso, afinal...

Como chamar atenção de que tem toda razão?




(Cristina Bonetti)
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas