Obra: Portrait of Madame Juillard- Woman In Red

Autor: Giovanni Boldini

Estilo: Realista

Giovanni Boldini

Giovanni Boldini (31 de dezembro de 1842 em Ferrara, Itália - 11 de julho de 1931 em Paris, França) foi um italiano pintor de retratos. De acordo com um artigo de 1933 na revista Time, ele era conhecido como o "Master of abanada" por causa de seu estilo de fluxo da pintura.

Boldini nasceu em Ferrara , filho de um pintor de temas religiosos, e em 1862 foi para Florença durante seis anos para estudar e dedicar-se á pintura. Ele raramente frequentou aulas na Academia de Belas Artes, mas em Florença, conheceu outros pintores realistas conhecidos como Macchiaioli , que foram precursores italianos no impressionismo . Sua influência é vista em de Boldini paisagens que mostra a sua resposta espontânea à natureza, embora seja por seus retratos que ele se tornou mais conhecido.

Movendo-se para Londres, Boldini alcançou sucesso como retratista. Ele completou retratos de membros principais da sociedade, incluindo Lady Holanda e da Duquesa de Westminster. A partir de 1872 viveu em Paris , onde se tornou amigo de Edgar Degas . Ele também tornou-se o pintor de retratos mais elegante em Paris no final do século 19, com um estilo arrojado de pintura que mostra alguma Macchiaioli influência e o estilo lembra o trabalho de artistas mais jovens, como John Singer Sargent e Paul Helleu . Ele foi nomeado comissário da secção italiana da Exposição de Paris em 1889, e recebeu a Légion d'honneur para este compromisso.

Um retrato Boldini de sua ex-musa Marthe de Florian , uma atriz francesa, foi descoberto em um apartamento de Paris no final de 2010, escondido da vista nas instalações que  não eram  visitadas por 70 anos. O retrato nunca foi listado, exibido ou publicado e o apartamento pertencia á neta de Florian, que foi viver no Sul da França com a eclosão da Segunda Guerra Mundial e nunca mais voltou. [4] Um amor-nota e uma referência biográfica à obra pintada em 1888, quando a atriz tinha 24 anos, cimentou a sua autenticidade. O retrato cheio do comprimento da mulher, no mesmo roupas e acessórios, mas menos provocativa, paira no Museu New Orleans of Art.

Referências na cultura moderna, Giovanni Boldini é um personagem do ballet Franca Florio, regina di Palermo , escrita em 2007 pelo compositor italiano Lorenzo Ferrero , que retrata a história de Donna Franca, uma aristocrata siciliana famosa,  cuja beleza excepcional o inspirou, e muitos outros artistas, músicos, poetas e os imperadores durante a Belle Époque .

https://en.wikipedia.org/wiki/Giovanni_Boldini

http://indulgy.com/post/CXAPbRaBK2/boldini-giovanni-portrait-of-madame-juillardin-red

TEMA:

Portrait of Madame Juillard- Woman In Red

Retrato de Madame Juilliard- Senhora de vermelho

Retrato da Señora Juilliard- Mujer en el vestido rojo

Modalidade: livre

Orientações

1- Para participar deste tópico faz-se necessário, na ordem abaixo:

a) publicar a imagem proposta no cabeçalho do texto;

b) indicar o título do poema ou prosa;

c) inserir o poema ou prosa; d) inserir o nome do autor;

e) inserir o país do autor.

2- Serão destacados, pelos Julgadores, cinco prêmios em cada categoria,

a saber: Poemas, Contos e Crônicas, assim distribuídos:

Primeiro Lugar

Segundo Lugar

Terceiro Lugar

Menção Honrosa

Menção Honrosa

3- Serão rejeitados:

a) os textos dos autores que não exibirem a página do perfil completa;

b) os textos que ignorarem o assunto proposto;

c) mais de um texto por autor, na mesma categoria.

4- Data limite para a postagem: 

26 de Abril de 2016 até meia noite.

Participantes da Antologia Imagem e Literatura nº 78:  

Portrait Of Madame Juillard- Woman In Red

(Retrato de Madame Juilliard- Senhora de vermelho

Retrato da Señora Juilliard- Mujer en el vestido rojo)

 Marcial SalaverryDAMA DE VERMELHO - POESIA

Maria Iraci Leal..Vestido vermelho...

 Miriam Inés Bocchio. EL AMOR NO NECESITA MAQUILLAJE

José Hilton RosaWoman in Red

Janete Francisco Sales Yoshinaga. VERMELHO FALSO

 Paulo César.  MULHER: Fogo...

João Pereira Correia Furtado. ELA SONHA É COM O VESTIDO VERMELHO

 Dione Fonseca de Barros. Rainha de vermelho

 Isabel Cristina Silva Vargas. VERMELHO FOGO E PAIXÃO (POEMA)

Antonio Domingos Ferreira Filho. Marthe de Florian (Poema)

Fernando José Corte Real Azevedo. VERMELHO A ABRIR EM FLOR

Arlete Brasil Deretti Fernandes. Antologia Imagem e Literatura no- 78 - Acalanto para uma noite de inverno e um vaso repleto de rosas vermelhas -.Poema .

Neusa Marilda Mucci. Momentos

Maria Iraci Leal. Poema de María Cristina Garay Andrade 'JUVENTUD DE ROJO'

 Marcial Salaverry. A HISTORIA DA DAMA DE VERMELHO - CONTO

João Pereira Correia FurtadoO VESTIDO VERMELHO UM SONHO (CONTO) 

 Dione Fonseca de BarrosO amor se veste de vermelho (Conto)

REGINA DA CONCEIÇAO MADEIRA GODA. QUEBRANDO PARADIGMAS (CONTO)

Luísa Maria Valente C. Zacarias. BELA DAMA (CONTO)

Isabel Cristina Silva Vargas. O VESTIDO VERMELHO (CONTO)

Antonio Domingos Ferreira Filho. Início de um novo dia (CONTO)

 LETI RIBEIRO. A DAMA DE VERMELHO (CONTO)

Maria das Graças Araújo Campos. OS VESTIDOS VERMELHOS DO MOINHO (CRÔNICA)

Isabel Cristina Silva Vargas. O VERMELHO E SUAS IMPLICAÇÕES EM MINHA VIDA (CRÔNICA)

Arlete Brasil Deretti Fernandes. Moulin Rouge - O Tango de Roxane (Crônica)

 Antonio Domingos Ferreira Filho. Monitorado pela Cor ( Crônica )

Antonio Carlos M. G. SaraivaA LENDA DA DAMA DE VERMELHO (Prosa Poética)

Lais Maria Muller Moreira. Romance (Prosa poética)

Isabel Cristina Silva Vargas. A DAMA DE VERMELHO ( PROSA POÉTICA)

Antonio Domingos Ferreira Filho. TONALIDADES DO VERMELHO (PROSA)

Isabel Cristina Silva Vargas. O VERMELHO É AMOR OU PAIXÃO? (ENSAIO)

 Antonio Domingos Ferreira Filho. RETALHOS- VERMELHO E CORES (ENSAIO)

 

VENCEDORES

Categoria Poemas

Primeiro lugar

Maria Cristina Garay Andrade.  'JUVENTUD DE ROJO'

Paulo César.  MULHER: Fogo...

 Segundo lugar

Antonio Domingos Ferreira Filho. Marthe de Florian (Poema)

 Isabel Cristina Silva Vargas. VERMELHO FOGO E PAIXÃO (POEMA)

 Dione Fonseca de Barros. Rainha de vermelho

Janete Francisco Sales Yoshinaga. VERMELHO FALSO

José Hilton Rosa. Woman in Red

 Miriam Inés Bocchio. EL AMOR NO NECESITA MAQUILLAJE

 Marcial SalaverryDAMA DE VERMELHO - POESIA

Terceiro lugar

João Pereira Correia Furtado. ELA SONHA É COM O VESTIDO VERMELHO

Fernando José Corte Real Azevedo. VERMELHO A ABRIR EM FLOR

Neusa Marilda Mucci. Momentos

Arlete Brasil Deretti Fernandes. Antologia Imagem e Literatura no- 78 - Acalanto para uma noite de inverno e um vaso repleto de rosas vermelhas -.Poema .

Categoria Conto

Primeiro lugar

Dione Fonseca de Barros. O amor se veste de vermelho (Conto)

João Pereira Correia FurtadoO VESTIDO VERMELHO UM SONHO (CONTO) 

 Segundo lugar

Marcial Salaverry. A HISTORIA DA DAMA DE VERMELHO - CONTO

REGINA DA CONCEIÇAO MADEIRA GODA. QUEBRANDO PARADIGMAS (CONTO)

Luísa Maria Valente C. Zacarias. BELA DAMA (CONTO)

Isabel Cristina Silva Vargas. O VESTIDO VERMELHO (CONTO)

Antonio Domingos Ferreira Filho. Início de um novo dia (CONTO)

 LETI RIBEIRO. A DAMA DE VERMELHO (CONTO)

 Categoria Crônica

Primeiro lugar

Maria das Graças Araújo Campos. OS VESTIDOS VERMELHOS DO MOINHO (CRÔNICA)

Isabel Cristina Silva Vargas. O VERMELHO E SUAS IMPLICAÇÕES EM MINHA VIDA (CRÔNICA)

Segundo lugar

Arlete Brasil Deretti Fernandes. Moulin Rouge - O Tango de Roxane (Crônica)

 Antonio Domingos Ferreira Filho.  Monitorado pela Cor ( Crônica )

 Categoria Prosa  

 Primeiro lugar

Antonio Carlos M. G. Saraiva. A LENDA DA DAMA DE VERMELHO (Prosa Poética)

Antonio Domingos Ferreira Filho. TONALIDADES DO VERMELHO (PROSA)

Segundo lugar

 Isabel Cristina Silva Vargas. A DAMA DE VERMELHO ( PROSA POÉTICA)

Lais Maria Muller Moreira. Romance (Prosa poética)

Categoria Ensaio

Primeiro lugar

 Isabel Cristina Silva Vargas. O VERMELHO É AMOR OU PAIXÃO? (ENSAIO)

Antonio Domingos Ferreira Filho. RETALHOS- VERMELHO E CORES (ENSAIO)


Criadora do Grupo: Sílvia Mota

Administradora do Grupo: Maria Iraci Leal

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.