Obra: O lago

Autor: de Carlo Carrà

Estilo: Futurista

Carlo Carrà

CARRÀ, Carlo Dalmazzo (1881-1966). O artista italiano nasceu em Quargnento (Alexandria, Egito) e morreu em Milão. Carrà se associou ao Futurismo italiano e participou do grupo do Novecento (Roma,1923-1933). Carrà foi anarquista, ativo em vários grupos europeus (Milão). Carrà descendia de família de talentosos artesões: ele passou um ano em Paris (1899-1900), trabalhando como pintor-decorador nos pavilhões da Exposição Universal (1900). Na cidade-luz Carrà percorreu os museus e galerias de arte, quando conheceu as obras dos artistas Impressionistas e Pós-impressionistas, que ele admirou e que, posteriormente influenciaram-no. Carrà também apreciou a pintura de Gustave Courbet e Eugène Delacroix. O artista viajou, e passou prolongada temporada em Londres; ele somente retornou no ano seguinte a Milão (1901). Foi o tio de Carrà quem patrocinou os estudos do jovem, de pintura com Cesare Tallone, na considerada como a melhor escola de arte italiana, a Academia de Brera (Milão, 1906-). Carrà fez amizade com grupo de colegas como Arnaldo Bonzagni, Umberto Boccioni, Romulo Romani e Ugo Valeri. Desses futuros artistas Boccioni foi quem mais se destacou no Futurismo italiano: Romani e Bonzagni assinaram o primeiro Manifesto dos Pintores (v.), mas se afastaram em seguida do grupo liderado por F. T. Marinetti. O mentor do Futurismo Marinettiano enviou Carrà a Paris para organizar a primeira mostra dos Futuristas italianos na cidade-luz, que ocorreu na Galeria Bernheim-Jeune (1912). A mostra itinerou a Londres, Berlim e Praga (1913). Na ocasião Carrà descobriu o nascente Cubismo nas vanguardas francesas e sua pintura, nesta fase de sua obra, tornou-se produto da síntese do Cubismo com os preceitos do Futurismo. Neste período inicial Carrà pintou algumas obras notáveis, na adaptação pessoal da técnica Pontilhista, invenção marcante dos artistas Pós-Impressionistas franceses, como Georges Seurat, Paul Signac e Henri-Edmond Cross, entre outros (v. Pontilhismo, no Blog http://arteeuropeiadevanguarda.blogspot.com). Carrà depois se voltou para obras importantes, de denúncia política, como a pintura Os Funerais do Anarquista Galli (1911, óleo/ tela, 199 cm x 260 cm, no MoMA, Nova York). Carrà escreveu pouco depois seu manifesto: Pintura dos Sons, Rumores e Odores [Pittura del suoni, rumori e odori] lançado em Milão (11 ago., 1913; v. Manifestos Futuristas). No ano inicial da Primeira Guerra Mundial Carrà passou prolongada temporada em Paris, onde conheceu Guillaume Appolinaire e Pablo Picasso. O artista voltou a viver em Milão, quando passou por crise de consciência, e, nessa fase, rompeu com F. T. Marinetti e o Futurismo italiano. Carrà, mesmo se mantendo afastado do grupo citado, manteve intacta sua amizade pessoal com Umberto Boccioni até o momento da morte do artista, com quem ele serviu ao exército italiano no Batalhão Lombardo dos Ciclistas e Motoristas. Boccioni e o arquiteto Antônio Sant'Elia morreram durante o conflito: foi Carrà, juntamente com seu amigo Emilio Piccolo, quem deslocou o corpo de Boccioni, enterrado em vala comum, para túmulo próprio no cemitério de Verona (1916). Carrà foi ferido e enviado ao hospital militar (Ferrara, 1916); foi seu vizinho de leito hospitalar o artista plástico Giorgio de Chirico. Juntos, Carrà e De Chirico elaboraram as teorias que nortearam o movimento pictórico do Grupo (Italiano) da Pintura Metafísica (v;), o estilo influente na arte internacional, que ambos adotaram logo depois da guerra. O novo grupo formou-se em torno da revista Valori Plastici (Valores Plásticos, Roma, 1918-1922). A fotografia de Carrà vestindo o uniforme militar (Ferrara, 1916), se encontra reproduzida (HULTEN, et all., 1986). O artista executou a Guerrapintura [Guerrapittura] (1915), considerada sua obra-prima. A maioria das pinturas citadas de Carrà foram incluídas por historiadores e destacados críticos de arte do século XX, entre as mais originais e notáveis pinturas da primeira fase do Futurismo italiano; muitas de suas reproduções se encontram publicadas (HULTEN, et al., 1986).

https://culturaefutebol.wordpress.com/2015/01/27/exposicao-classicismo-realismo-vanguarda-pintura-italiana-no-entreguerras-no-mac/ BIOGRAFIA: 

TEMA:

 O lago (El lago, The lake)

 Modalidade: livre

Orientações

1- Para participar deste tópico faz-se necessário, na ordem abaixo:

a) publicar a imagem proposta no cabeçalho do texto;

b) indicar o título do poema ou prosa;

c) inserir o poema ou prosa;

d) inserir o nome do autor;

e) inserir o país do autor.

2- Serão destacados, pelos Julgadores, cinco prêmios em cada categoria,

a saber: Poemas, Contos e Crônicas, assim distribuídos:

Primeiro Lugar

Segundo Lugar

Terceiro Lugar

Menção Honrosa

Menção Honrosa

3- Serão rejeitados:

a) os textos dos autores que não exibirem a página do perfil completa;

b) os textos que ignorarem o assunto proposto;

c) mais de um texto por autor, na mesma categoria.

4- Data limite para a postagem:

01 de Setembro de 2015 até meia noite.

Participantes da Antologia Imagem e Literatura nº 62:

- O lago -

(El lago, The lake)

Jorge Luiz Franco Linhaça. As Trigêmeas do Lago- Soneto

 José Hilton Rosa. Queria ser livre como o vento

 Neusa Marilda Mucci.  O lago e a saudade - Poema

 João Pereira Correia Furtado. O BOTE DOS FANTOCHES

 REGINA DA CONCEIÇAO MADEIRA GODA. ESPELHO D'ÁGUA

 Maria-José Chantal F. Dias.MARE NOSTRUM........ mare mortis vestrum

 Maria Iraci Leal. Este lago, meu reflexo...

 Antonio Domingos Ferreira Filho. O Lago na canção de ninar (Poema)

 Isabel Cristina Silva VargasMAR DE ÁGUA DOCE: LAGOA DOS PATOS

Dione Fonseca de Barros. O Feitiço do Lago - Poema

 María Cristina Garay AndradeEN EL LAGO

Marcial Salaverry. AMORES SÃO COMO BARCOS - POEMA

 Elías Antonio Almada. Estremeciste la calma

André Luis Santos. Lago da Paixão, desilusão.

Arlete Brasil Deretti Fernandes. Antologia Imagem e Literatura nº 62 - Tema:" O Lago" (Conto)

 Isabel Cristina Silva Vargas. UM SUSTO À BEIRA DO LAGO / CONTO 

 REGINA DA CONCEIÇAO MADEIRA GODA..  UM CASO DE AMOR AO LAGO (CONTO)

Jorge Luiz Franco Linhaça. A Dama do lago- Conto em versos- 

 Marcial Salaverry. ERA UMA VEZ ALGUÉM NAQUELE LAGO AZUL - CONTO

 Maria Oreto Martínez Sanchis. EL LAGO AZUL (CONTO)

 Maria-José Chantal F. Dias.. A BARCAÇA DO LAGO (conto)

 Dione Fonseca de Barros. A barca (Conto) 

 LETI RIBEIRO. DANÚBIO NEGRO (CONTO) 

 Isabel Cristina Silva Vargas.MINHA LAGOA, MEU PARAÍSO / CRÔNICA

 Jorge Luiz Franco Linhaça. Barco à Deriva ? - Crônica-

 Francisco Martins Silva. Um abraço ao Lago das águas claras - Crônica

Antonio Domingos Ferreira Filho. O Lago (Crônica)

 Marcial Salaverry. O VULCÃO E O LAGO KIVU - CRÔNICA

 Marcial Salaverry. O LAGO KIVU - PROSA

Jorge Luiz Franco Linhaça. Jutâmi e o lago- Prosa.

 REGINA DA CONCEIÇAO MADEIRA GODA. A LUZ DA TRANSPARÊNCIA (PROSA)

 Antonio Domingos Ferreira Filho. O Lago (Prosa)

 Francisco Martins Silva. O poder dos lagos - Ensaio

 Antonio Domingos Ferreira Filho. O Lago (Ensaio)

 Isabel Cristina Silva Vargas. LAGO, LAGOA,LAGUNA / ENSAIO

VENCEDORES

Categoria Poemas

Primeiro lugar

 Antonio Domingos Ferreira Filho. O Lago na canção de ninar (Poema)

Jorge Luiz Franco Linhaça. As Trigêmeas do Lago- Soneto

 Maria-José Chantal F. Dias.MARE NOSTRUM........ mare mortis vestrum

 María Cristina Garay Andrade. EN EL LAGO

Segundo lugar

 José Hilton Rosa. Queria ser livre como o vento

REGINA DA CONCEIÇAO MADEIRA GODA. ESPELHO D'ÁGUA

 Isabel Cristina Silva Vargas. MAR DE ÁGUA DOCE: LAGOA DOS PATOS

 Elías Antonio Almada. Estremeciste la calma

Terceiro lugar

 Neusa Marilda Mucci.  O lago e a saudade - Poema

Menção honrosa

 João Pereira Correia Furtado. O BOTE DOS FANTOCHES

André Luis Santos. Lago da Paixão, desilusão.

Marcial Salaverry. AMORES SÃO COMO BARCOS - POEMA

Dione Fonseca de Barros. O Feitiço do Lago - Poema

Categoria Conto

Primeiro lugar

Arlete Brasil Deretti Fernandes. Antologia Imagem e Literatura nº 62 - Tema:" O Lago" (Conto)

 LETI RIBEIRO. DANÚBIO NEGRO (CONTO) 

 Maria-José Chantal F. Dias.. A BARCAÇA DO LAGO (conto)

Segundo lugar

Marcial SalaverryERA UMA VEZ ALGUÉM NAQUELE LAGO AZUL - CONTO

REGINA DA CONCEIÇAO MADEIRA GODA..  UM CASO DE AMOR AO LAGO (CONTO)

Jorge Luiz Franco Linhaça. A Dama do lago- Conto em versos-  

Terceiro lugar

  Isabel Cristina Silva Vargas. UM SUSTO À BEIRA DO LAGO / CONTO 

Menção honrosa

Dione Fonseca de Barros. A barca (Conto) 

 Categoria Prosa  

 Primeiro lugar

 Antonio Domingos Ferreira Filho. O Lago (Prosa)

Segundo lugar

 REGINA DA CONCEIÇAO MADEIRA GODA. A LUZ DA TRANSPARÊNCIA (PROSA)

Terceiro lugar

Jorge Luiz Franco Linhaça.  Jutâmi e o lago- Prosa.

Menção honrosa

Marcial Salaverry. O LAGO KIVU - PROSA

Categoria Crônica

Primeiro lugar

 Francisco Martins Silva. Um abraço ao Lago das águas claras - Crônica

Segundo lugar

 Isabel Cristina Silva Vargas.MINHA LAGOA, MEU PARAÍSO / CRÔNICA

Terceiro lugar

Antonio Domingos Ferreira Filho. O Lago (Crônica)

Menção honrosa

 Jorge Luiz Franco Linhaça. Barco à Deriva ? - Crônica-

 Marcial Salaverry. O VULCÃO E O LAGO KIVU - CRÔNICA

Categoria Ensaio

Primeiro lugar

 Antonio Domingos Ferreira Filho. O Lago (Ensaio)

Segundo lugar

 Francisco Martins Silva. O poder dos lagos - Ensaio

Terceiro lugar

 Isabel Cristina Silva Vargas. LAGO, LAGOA,LAGUNA / ENSAIO

Criadora do Grupo: Sílvia Mota

Administradora do Grupo: Maria Iraci Leal
Comissão julgadora

Silvia Mota

Marcia Portella

Maria Iraci Leal

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • PRATA BABPEAPAZ

    FICO MARAVILHADA COM OS TRABALHOS POSTADOS NAS ANTOLOGIAS DA  MIL  ...  TODOS OS COLEGAS ESTÃO DE PARABÉNS !!!!

    UM BEIJO ESPECIAL AOS PREMIADOS.  E PARA OS JULGADORES, PELA ÁRDUA TAREFA QUE ENFRENTARAM  (RS)

    WAU

    3543374684?profile=original

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Música:

    Unchained Melody - Franck Pourcel

    Beijos MIL

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Voltei para dizer que esta musica me enternecer as lágrimas  m faz sonharTongue.gif Bjus

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Algum momento imaginam a dimensão de minha alegria

    SÓ em participar AQUI, junto de vós todos?

    penso que será dificil...

    3543373778?profile=original

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Abrir o Computador e ver esta minha premiação

    deixou-me sem fôlgo!!

    GRATA MUITO GRATA

    Júri amado!

    e fico sem palavras e sem chão rsrs

    porque meu coração tomou voo!!!

    Parabens a todos quanto participaram,

    brilhantes nas suas letras criativas!

    GRATIDÃO

    lagos-plitvice.jpg

  • BRONZE BABPEAPAZ

    3543373317?profile=originalAOS QUERIDOS AMIGOS, COLEGAS, FELICIDADES E QUE CONTINUEMOS FAZENDO DESTE UM MOTIVO A MAIS DE VIVER EM HARMONIA, ALEGRIA E CRESCIMENTO. BEIJO A TODOS.

  • BRONZE BABPEAPAZ

    PARABÉNS A TODOS OS PARTICIPANTES DESSA JORNADA LITERÁRIA, BEM COMO A COMISSÃO JULGADORA. AGRADEÇO CARINHOSAMENTE AS MINHAS PREMIAÇÕES. ABRAÇOS CARINHOSOS.3543373966?profile=original

  • Parabéns a todos que participaram. Aqui somos unidos, escritores e poetas, que de mãos dadas seguem o caminho da poesia espargindo belezas ao mundo..Agradeço à Comissão Julgadora do PEAPAZ também. Abraços.

    3543372587?profile=original

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Parabéns amigos poetas. Aprendo lendo os amigos que me encantam. muito obeigada pelos lindos escritos.

     Maria Iracy meu carinho pela dedicação e carinho. . Silvia M3543371829?profile=originalmotta quanta gentilezas e dedicação. Minha gratidão e admiração. Bjus a todas. Uma linda noite e um lindo final de semana com muito verde e amarelii em comemoração ao nosso paós. Bjão

    3543371895?profile=original

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Muito grata queridas amigas poetisas (o),  encantada com a grande beleza dos trabalhos, com os talentos que estão aqui na PEAPAZ e maravilham os nossos grupos e blogs, uma benção estar com vocês, aprendo a cada dia, PARABÉNS,,  são todos maravilhosos amigos e grandes poetas, grande beijo, MIL.

    3543373576?profile=original

This reply was deleted.