DIAMANTE BABPEAPAZ

Às Voltas

3542288933?profile=original

 

Às voltas

 

Encantos podem revestir-se em sutilezas, quando externamos os sentires.

A expressão corporal vem exalar as nossas emoções.

Não somente a palavra diz, o corpo por inteiro fala, e conta coisas que os lábios retém.

Somos compostos de emoções, que são fiéis aos nossos sentimentos momentâneos, a sensação se exala, vai além e o corpo inteiro revela.

 A dança demonstra aquilo que a boca cala, o que não se diz se faz manifesto neste estado que condiz.   

Expressões corporais são avenças,  são um encontro não camuflado daquilo que vive em nós.

Impossível parar de exalar e deste modo condizente o corpo narra e delata em seu modo displicente confissões mil.

Como calar os olhos frente alguém que se quer? Como não demonstrar a contrariedade que se requer face a um ardil?

A dança externa sensações, volatiza pelos gestos , sintetiza  impressões , retratos manifestos das recônditas emoções.

O bailarino em cena, mostra problemas, contrassensos, evola odores, queima incensos que habitam em si.

Toma o corpo em chama, na melodia o melodrama , é verbo solto, sem freio anistia, é  vertigem em vestígio que não está morto.

Vive e mostra fidedigno àquilo que o coração diz.

 

 

 Laís Müller

Brasil

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.