PASTOREANDO O REBANHO DE PENSAMENTOS [Prosa-poética]

3542293743?profile=original

PASTOREANDO O REBANHO DE PENSAMENTOS [Prosa-poética]

Mauro Martins Santos, Moji Guaçu - SP - Brasil 

_____________________________________

Por vezes nos recolhemos ao recato voluntário de nosso jardim; passamos a meditar lá no recôndito da alma sobre tudo o que nos valeu e nos faz valer a pena estarmos vivos, deitados na velha “cadeira-de-tomar-sol”, com as mãos entrecruzadas sob a cabeça olhando o céu, pastoreamos nosso rebanho de pensamentos e nuvens-ovelhas:

 

Assim, quando pensamos estar - ao escrever - expressando um amor, um profundo e denso sentimento, só podemos avaliar a sua profundeza e alcance quando interpretado por alma capaz da mesma sintonia, percepção e dimensão, posto que poesia é a harmonia de elaborada sinfonia. 

 

Ainda ocorre na cumplicidade que evola em anelo à interação que atinge o senso comum, onde reside o belo. A cálida imagem etérea, que paira por sobre aqueles cuja alma estima o pastorear de um rebanho de ovelhas - à similitude dos pensamentos mansos e amplos - enquanto na aragem da angélia os pássaros voam no céu, e os lírios crescem nos campos...

 

Queria ser um poeta velejador para descrever o sentimento da largada e a chegada em um cais.

Queria ser um poeta para traduzir em palavras o sentimento intensivo do bimbalhar de sinos distantes.

Queria ser um poeta para conseguir descrever a silhueta de vestido e cabelos esvoaçantes, que me aguardaria no atracadouro do velho porto coberto pelos musgos da saudade.

 

Ainda que a imagem colhida pelo poeta, naquele recato de meditação se desvaneça, teria valido a pena tê-la transformado no encantamento da poesia que lhe daria vida, hálito, presença e beleza, para alegrar os dias que lhe restarão.

 

O poeta inda que se vá, sempre vivo estará em suas imagens e figuras, em suas metáforas de ilusão, em cuja esperança repousa e descansa, amando por amar - como o artista que faz a arte pela arte e perpetua seu momento único, ao pintar pela emoção!

 

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    3543478335?profile=original

  • Olá Mauro. Uma Prosa de excelência.Gosto desta forma de escrever, com teor filosófico. Parabéns e espero voltar a comentá-la outra vez.

    • Olá Mauro. Esperava voltar a comentar outra vez e aqui estou:Para dar os parabéns por sua profunda e bela prosa que na minha humilde opinião, é de Excelência sim. Repito, com teor filosófico. Parabéns pela premiação.

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Ainda que não sejas um poeta, consegues expressar sentimentos e pensamentos em tuas linhas.

    Muito embora, um poeta não se faça só de rimas, pois sabemos que muito mais se faz necessários para uma boa poesia. Mas possuis o dom do enlevo e da eloquência em tuas palavras, portanto, o que escreves não deixa de ser poesia.

    A beleza e o lirismo de tua prosa-poética, bem prova tudo isso.

    Mais uma vez o parabenizo, por mais uma excelente criação.

    Bjsss, poéticos. 

    • MINHA QUERIDÍSSIMA AMIGA MÔNICA

      Como é bom "ouvi-la", não que sejam só palavras favoráveis, mas tudo que venha de tua franca amizade, ditadas pelo teu coração fraterno e amigo. Quisera poder estar em todos os lugares e em todos os escritos da natureza e qualidade que tu e a plêiade de amigos elaboram. Acho que seria como se houvesse encontrado a "pedra de toque" que nos tornaria um sábio de incalculável saber. Mas só com a pequena porção que o Tempo nos concebe e permite,  já nos sentimos revigorados e melhores a cada dia como pessoa humana. Obrigado grande e querida amiga Mônica. Deus a ilumine sempre.

  • Minha querida amiga, tu estás, pelo amor que todos lhe dedicamos, preenchendo o coração de cada um de nós. Nunca nem nada tens a se desculpar. Sua presença sempre se faz na hora certa, e nos vem trazendo balaios de simpatia, bem querência, mimos e palavras abalizadas.

    A revista "Seleções do Reader's Digest", com grandes tiragens até hoje, assinávamos ela na minha adolescência; lá existia uma sessão, que junto a outra: "Flagrantes da Vida Real", nunca as deixava de ler. A que me refiro, tinha o título: "Meu Tipo Inesquecível" - MIL, és e sempre será nosso tipo inesquecível. Um forte abraço e um beijo fraternos.

  • Gratificante ler pensamentos positivos diante dos momentos tristes em que estamos vivendo.
    • Obrigado, muito obrigado por tuas palavras querida amiga Mª Helena.

      O que pudermos fazer, aquilo que estiver em nosso alcance, devemos fazer da maneira que soubermos, ou pelo menos tentamos saber; isto é o que você transmite em suas palavras. Se não pudermos ser um grande rio, que sejamos um pequeno regato, mas que possa dirimir a sede do viandante, se não podemos ser aquela imensa estrela, sejamos ao menos um pirilampo, mas que alegre as noites mais escuras... UM GRANDE ABRAÇO MINHA AMIGA Mª HELENA, envolto em TODA MINHA ESTIMA FRATERNA.

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Uma tela vívida esta tua. 

    Usando as palavras por ferramenta, nos levaste a um passeio, tal bom condutor de um rebanho.

    Entusiasmados aplausos!

    Bela noite!

    beijos querido

    • Lais Müller

      As palavras amigas são sempre um alimento ao estímulo da vontade em prosseguir. Você é uma das maiores "culpadas" em ter-me sempre por aqui...

      Obrigado grande amiga e escritora L. Müller, meu beijo e abraço de fraterna amizade. Um bom dia cheio de inspiração para você minha querida amiga.

This reply was deleted.