BRONZE BABPEAPAZ

O QUE CONSIDERO TEMPO PERDIDO/PROSA

3542282616?profile=original

                 Há duas situações que considero que o tempo foi perdido. São situações difíceis de serem vivenciadas pelo indivíduo e pela família.

                Uma destas situações é aquela referente ao uso de drogas. É a pior maneira de usar o tempo de vida de uma pessoa, seja ela nova madura ou idosa. E o pior é encontrar determinadas pessoas totalmente alheias á vida, desperdiçando a saúde, perdendo os relacionamentos afetivos, perdendo a dignidade e os bens materiais.

                 De um contingente grande de pessoas que vivem nas ruas, muito poucos conseguem ser retirados para tentarem resgatar a saúde e deixarem de ser usuários de drogas apos um longo e intensivo período de desintoxicação.

                  Não pense quem lê estas considerações que as pessoas encontradas em alto estado de drogadição são só pessoas de baixo poder aquisitivo, sem grau de instrução, oriundos de classes D e E. Nada disso pessoas de origem abastada também se perdem nestes caminhos e destroem suas vidas com muito ouça ou quase nenhuma chance de voltar a ter uma vida digna.

                 Embora seja de orientação católica leio muitos livros sobre outras religiões ou doutrinas. Lendo dobre espiritismo e tentando aprender a doutrina, vejo que segundo os preceitos os espíritos passam por várias encarnações com a finalidade de evolução.

                  Espíritos suicidas têm muito a evoluir e ao reencarnar o fazem como um tempo de aprendizado e a encarnação é como um teste no qual ele não deverá repetir a conduta da encarnação anterior o que mostraria a sua evolução.

                Pois bem a repetição desta conduta implicaria em meu parco entendimento em um tempo perdido em relação à superação de tal ato errôneo, destrutivo e causador de muita dor para o próprio espírito e para aqueles com quem tivesse relações de parentesco e afetividade.

                   Ambas as situações são difíceis, destruidoras e atentam contra os princípios encontrados nas doutrinas que pregam o amor, a fraternidade, a solidariedade, caridade e a harmonia nas relações humanas.

                                       Isabel C S Vargas

                                        Pelotas/RS/Brasil

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    3543388795?profile=original

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Querida Isabel, o seu texto é informativo, elucidativo, de um valor educativo, pedagógico e religioso. Durante toda a minha vida na Educação utilizei-me de literaturas como essa. A campanha com Drogas é um dos grandes carros-chefes da minha atuação como professora. Parabéns pela magnífica obra. Abraços carinhosos.

    • BRONZE BABPEAPAZ

      OBRIGADO AMIGA REGINA.UMA TRISTE REALIDADE, EM AMBOS OS CASOS.

      ABRAÇO

      ISABEL

    • PRATA BABPEAPAZ

      Com referência às drogas, há tanta tristeza. É um tempo completamente perdido. Vemos, nos canais de TV o quanto sofrem os pais, e os viciados destroem completamente as próprias vidas.´São raros os que tem coragem e força  para saírem do submundo . Os traficantes, visando o lucro, destroem jovens e famílias.

      Quanto aos suicidas é outra triste realidade. Quando ocorre é proibido divulgar, e já me disseram que não é divulgado porque incentiva outros.

       Muito bom teu texto, Isabel.

      Beijo. 

    • BRONZE BABPEAPAZ

      OBRIGADO PELAS PALAVRAS, ABRAÇO

      ISABEL

  • Prezada Amiga Isabel Bela Prosa de cunho social e vê-se uma das mazelas mais sórdidas que é viciado em drogas.Parabéns por mais esta linda obra

  • Prezada Isabel. Parabéns por esta prosa que mostra uma face da crueldade que é ser um viciado em drogas. De certa forma, mesmo com os reclames da sociedade, ainda são invisíveis.Linda prosa social.Parabéns

This reply was deleted.