3542359942?profile=original

 Mistérios de Amor

Oh amor não decifrado, inconfessado, diamante escondido e no peito abrigado, em mistérios a desvendar! És enredo de saudade, pérola encoberta ocultando brilho e cor.
Amor não compreendido, és flor despetalada, obscura, não orvalhada, arredia e como sonhos a sepultar; manhã não despontada, jardim sem sorrisos onde os beijos se perderam nas brisas do tempo e dos impenetráveis segredos!
Mistérios de amor: figuras de esfinge, incognoscíveis, abrigos da paixão talvez represada entre corpos sedentos de ebulição; chamas sem serpentina, poços fundos, mudos, sem respostas; mentes em interrogação e vidas sem contemplação, dissolvendo-se nas profundezas, mistérios e vertentes de dois corações! Talvez uma palavra, um gesto e/ou um olhar dissolveria as obscuridades desanuviando as incertezas e evidenciando toda grandeza de um infinito e imensurável amor!

__________________

Cida Maia Oliveira

Campo Grande/MS/Brasil

__________________

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.