3542356497?profile=original

De Volta à Cidade dos Carbonos

As pedras,camufladas nas verdes feridas
O entranho,estranhos mapas de varizes
Alínea,alienação das murchas margaridas
O instante,infortúnio aluga os pés perdizes

Paira a sobrevivência,por eterno espaço
Em marés de oceanos,riscos rugem sonhos
Místico entardecer,sol sóbrio relapso
Dístico alvorecer,rabiscos falam fanhos

O calo de esporão,enduro no caminho
Ruas de certidões frias,roucos abandonos
Partiu a não voltar,fogo no sobradinho

O tempo passa à ré,respiros enfadonhos
O Sim Não e Talvez,vida aninha por ninho
Feliz volta à Cidade, amor aos carbonos


Fim
Antonio Domingos Ferreira Filho
20Nov 2016

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • PRATA BABPEAPAZ

    Estimado amigo Antonio.

    Parabéns pelo belíssimo poema.

    Beijo.

    Arlete.

  • Olá Maria Iraci.
    Que belo diploma.Uma honra ter partipado com este soneto me deixa emocionado quando leio
    Obrigado estimada amiga das Letras
  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    3543930823?profile=original

  • É uma honra ter uma avaliação de sua parte estimada Chantal.
    Como já contei aqui sou uma pessoa de muito pouca leitura.Confesso que muitos poucos livros me estimulam s leitura, o que me trás frustrações.
    Tenho excelentes coleções na estante de minha pequenina biblioteca. 1- Os 15 maiores pensadores e filósofos da história humana.Kant, Sartre e outros.2- História da Civilização Humana 18 volumes, conta com fotos e gravuras desde a pré história e passa por todos as civilizações humanas.3-Coleção das maiores obras dos escritores brasileiros 20 obras Machado de Assis, o genio brasileiro Jorge Amado, Guimarães Rosa 4 Obras Universais.Dom Quixote de Cervantes , outros autores e uma coleção de contos franceses com 17 contos de 17 autores.Voltaire- Historia de um Brâmane Gustave Flaubert - SÃO Julião, hospitaleiro e mais 15 autores contistas.
    O que me fez ler por 3 vezes foi 100 anos de Solidão de Gabriel Garcia Marques, o tal realismo fantástico.Li umas obras de Machado de Assis .
    Tenho uma pequena biblioteca e não tenho hábito de ler, só escrever.Sou um pensador, tenho mil idéias todos os dias e estou com recomendação medica para desacelerar.Tenho muita experiências de vida e me enfiei em muitos desafios no mundo profissional.Sempre tive um olhar humanista,desde criança, e mesmo aposentado e com a queda de renda acentuada ,ainda consigo prestar algum trabalho voluntário.

    Comprei neste ano a Coleção Completa de Marcel Proust Em Busca do Tempo Perdido 8 livros. Milhares de páginas.Estou na metade do primeiro livro , batalhando para ler mais e mais.
    Escrevo desde os 13 anos.Agora aposentado o PEAPAZ tem sido uma Escola para mim.Estou melhorando aqui neste espaço, praticando o exercício de escrever
    Vou fazer uma pesquisa sobre Baudelaire ,ler algo deste autor que conheço de nome.
    Desculpas escrever demais, tenho dificuldades de ser conciso.
    Abraços fraternos a você que graças ao Bom Deus sabe ler e comentar com sabedoria
    Espero em 30 dias por Internet em minha casa.Do celular tenho dificuldades.Estou em falta de ler publicações de colegas.
  • BRONZE BABPEAPAZ

    querido Poeta Antonio Domingos

    que dizer depois do que tudo foi dito?!

    Sobra uma coisa...

    Charles Baudelaire em Les Fleurs du Mal.....

    Foi o que senti ao ler teu poema!

    senti que lia o spleen Baudelairiano!

    Tambem em Cesário Verde se encontra assim pintada a realidade,

    mas com menos intensidade nas palavras!

      Cesário Verde é muito mais eufemista na escrita!rsrs

      O que escreveste é muito muito muito Baudelairiano:

    Realismo com notas sarcásticas, tom crú e irónico!

    "Feliz volta à Cidade, amor aos carbonos"

    As pedras,camufladas nas verdes feridas
    O entranho,estranhos mapas de varizes
    Alínea,alienação das murchas margaridas
    O instante,infortúnio aluga os pés perdizes

    etc....!

    beijos de poesiaaaa

    Chantal Fournet

    3543926862?profile=original

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    O poeta cresce e enriquece o olhar do leitor,

    cuja alma agradece.

    Beijosssssssss

    3543919072?profile=original

    • Muito grato ao PEAPAZ
      Quando leio este soneto fico muito emocionado.Semana passada me pediram para ler os versos que escrevi para os meus netos e que estou tentando musica.Leia um soneto seu.Escolhi Cidade dos Carbonos que tem mil e uma interpretações e muitos sentidos.Cheguei as lágrimas.
      Este soneto tem milhões de significados para mim e saber que os colegas do Portal gostaram emociona mais ainda.Soneto é Soneto e procuro sempre compor para me desenvolver.
      Publiquei recentemente um Alexandrino com acentuação tônica na 2 4 6 8 10 e 12a sílabas
      Grato a todos
    • Prezada amiga dás letras
      Um comentário elogioso e precioso de sua parte engrandece a gente na sempre busca de inspiração e novas formas de lhe dar com as palavras na poesia.Sonetos é sempre um desafio de aprendizado de valores.
      Muito Grato ao PEAPAZ sob a sua batuta de Poetisa de Excelência.
  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    Antonio Domingos Ferreira Filho

    Estimado Antônio, expressivas e magnificas letras á cidade grande,

    encantada, parabéns, bjs MIL.

    3543917891?profile=original

    Página de Antonio Domingos Ferreira Filho
    Página de Antonio Domingos Ferreira Filho no Poetas e Escritores do Amor e da Paz
    • Muito feliz com tão significativo comentário.Ter a sua amizade poética é muito relevante para mim e me faz uma pessoa melhor a cada dia que passa.
      Grato estimada Maria Iraci.
This reply was deleted.