BRONZE BABPEAPAZ

3542362156?profile=original

Com marchinhas de carnaval e

As muitas voltas no salão

Recordo um par de olhos verdes

Na observação de quem dançava

A primeira vez que nossos olhos se encontraram

Vimos a surpresa do encontro refletida

A sensação era de conhecer um ao outro

Ligando-nos desde aquele momento.

 

Em outros carnavais no futuro celebramos

Todos eles como se fosse o primeiro

Em virtude de ter sido este acontecimento

Responsável por nosso primeiro encontro

Nos unindo para sempre, mudando nossas vidas.

O que durou até sua partida para o universo celestial.

 

Isabel C S Vargas

Pelotas/RS

 

C arnaval, lindo, trascendente

A s marchinas ecoam por todos os cantos

R evolucionárias de sabedoria popular

N ós amantes do Carnaval as repetimos

A nunciando o carnaval perene

V ozes, cantorias, alegorias, cantos mil

A mores, muita alegria espalhada

L iberada a algarabia e solta

E coam as marchinhas perenes

T odos os foliões liberados

E assim por diante tudo é alegria

R umo aos clubes, os foliões se dirigem

N as vilas, nas cidades um festejo só.

¡O h! Imortal carnaval, ¡Salve!

Rosemarie Parra

Uruguai

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.