Forum Cultural

  Em absoluto sou contra a beleza ou em se adquirir o que necessitamos para uma vivência com certo conforto. Até é saudável termos certa vaidade que nos mostra o quanto nos amamos. Sou contra a manipulação para uma falsa beleza e um padrão de conduta ilusório que nos leva a uma competição desvairada e por vezes sem o menor senso de humanismo. Manipulação fabricada para fazer dinheiro e que só causa infortúnio para a maioria do indivíduo comum, tanto para o feminino quanto para o masculino que, não pode estar a contento todo o tempo dessas imposições de mercado e que não passam de mentiras. Conseqüência? Relacionamentos superficiais, traições para autoafirmação do ego, sexualidade pervertida de sua verdadeira razão de ser, desmoronamento da estrutura familiar, valores deturpados, competições desmedidas, etc. Tudo com base numa concepção  de comportamento mecânico. O amor revertido em coisas e uma eterna necessidade de preenchimento do peito vazio onde nada consegue suprir. Quantas angústias e depressões! Stress por todos os lados. Armadilhas mil do corrosivo vírus da enganação da fábrica de dividendos alheios. E nossos jovens sem a mínima idéia de onde seus barcos possam aportar com segurança, sem a mínima idéia do significado do afeto e do verdadeiro amor. Juntando a isso, mais e mais divulgação de crimes e violências de toda espécie que está mais para um ode à desgraça para a política do medo do que informação propriamente dita, disfarçando seus mais variados sentidos (...)

   Pareço cruel? Ao que me referi acima é um detalhe dentre milhões de exemplos que poderiam ser citados de nossa ótica míope da vida, resultado de jamais questionarmos o que nos é imposto em nosso dia a dia. Exemplos e mais exemplos que insistimos em não ver. Detalhes fantasiados. Todos têm plena consciência em seu íntimo de tudo isso, mas insistimos em não ver, até nos esforçamos por fingir que seja diferente. Nessa inércia e falta de vontade de olharmos com coragem para tais micros, médios e macros detalhes que causam o caos, a verdade está nos advertindo todo o tempo, a cada tragédia, catástrofe, a cada crime ou violência de qualquer tipo, a cada dor. Pelo simples fato que mentir causa o câncer da visão, ensurdece o coração e provoca toda essa estupidez que estamos fazendo, e as conseqüências tornam-se cada vez mais evidentes. Paz, igualdade, felicidade, abundância, beleza, alegria e prazer de viver, concretizam-se nas mudanças internas dos pequenos detalhes despercebidos em nós mesmos e independe de leis, decretos externos ou o quanto podemos ter para exibir um falso poder.

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –