Fórum Cultural

Artista Digital Professora Artista Plástica Poetisa Advogada e Escritora Criadora-BABPEAPAZ

1024 Livros obrigatórios de se ler

1024 Livros obrigatórios de se ler
Que tal verificarmos juntos se falta alguma obra nesta lista? rsrsrs...

As obras

10 dias que abalaram o mundo - John Reed
1984 - George Orwell
2001 uma odisseia no espaço - Arthur Clarke
A acumulação do capital - Rosa Luxemburgo
A agressão - Konrad Lorenz
A arte da guerra - Sun Tzu
A boa terra - Pearl Buck
A caixa preta - Amós Oz
A Canção de Roland
A Canção dos Nibelungos
A carne - Júlio Ribeiro
A cartuxa de Parma - Stendhal
A casa assombrada - Virginia Woolf
A casa dos espíritos - Isabel Allende
A caverna - José Saramago
A cidade de Deus - Paulo Lins
A cidade do sol - Tommaso Campanella
A ciência e a hipótese - Jules-Henri Poincaré
A civilização em julgamento - Arnold Toynbee
A colméia - Camilo José Cela
A completa lei de Murphy - Arthur Block
A condição humana - André Malraux
A condição humana - Hannah Arendt
A consciência de Zeno - Italo Svevo
A consolação pela filosofia - Boécio
A cor da magia - Terry Pratchett
A crise das ciências europeias e a fenomenologia transcendental - Edmund Husserl
A cultura do narcisismo - Christopher Lasch
A decadência do ocidente - Oswald Spengler
A Demanda do santo graal
A democracia americana - Alexis de Tocqueville
A desobediência civil - Henry David Thoreau
A divina comédia - Dante Alighieri
A doutrina da ciência - Johan Fichte
A doutrina secreta - Helena Blavatsky
A economia de concorrência imperfeita - Joan Robinson
A educação do homem - Friedrich Froebel
A eneida - Públio Virgílio Marão
A época da inocência - Edith Wharton
A Epopeia de Gilgamesh
A era dos extremos - Eric Hobsbawn
A escrava Isaura - Bernardo Guimarães
A essência do cristianismo - Ludwig Feurbach
A estrada de Flandres - Claude Simon
A estrela da redenção - Franz Rosenzweig
A estrutura da ação social - Talcott Parsons
A estrutura das revoluções científicas - Thomas Kuhn
A ética protestante e o espírito do capitalismo - Max Weber
A evolução criadora - Henri Bergson
A evolução do capitalismo - Maurice Dobb
A face do outro - Abe Kobo
A falsa medida do homem - Stephen Jay Gould
A festa do bode - Mario Vargas Llosa
A filosofia da arte - Hippolyte Taine
A filosofia das formas simbólicas - Ernst Cassirer
A filosofia e o espelho da natureza - Richard Rorty
A fogueira das vaidades - Tom Wolfe
A formação social da mente - Lev Vigotsky
A função do orgasmo - Wilhelm Reich
A gaia ciência - Friedrich Nietzsche
A genética e a origem das espécies - Theodosius Dobzhansky
A grande ilusão - Norman Angell
A grande transformação - Karl Polanyi
A grande viagem - Jorge Semprun
A guerra das salamandras - Karel Kapec
A guerra do fim do mundo - Mario Vargas Llosa
A história de Genji - Murasaki Shikibu
A hora da estrela - Clarice Lispector
A idade da razão - Jean-Paul Sartre
A idade da razão - Thomas Paine
A idéia de história - Robin George Collingwood
A ilha do tesouro - Robert Louis Stevenson
A ilha dos pinguins - Anatole France
A ilíada - Homero
A imitação de cristo - Thomás de Kempis
A insustentável leveza do ser - Milan Kundera
A interpretação das culturas - Clifford Geertz
A invenção da liberdade - Jean Starobinski
A invenção de Morel - Adolfo Bioy Casares
A laranja mecânica - Anthony Burgess
A leste do éden - John Steinbeck
A letra escarlate - Nathanael Hawthorne
A lógica da descoberta científica - Karl Popper
A máquina do tempo - Herbert George Wells
A menina morta - Cornélio Pena
A mente do homem primitivo - Franz Boas
A metamorfose - Franz Kafka
A modificação - Michel Butor
A montanha da alma - Gao Xingjian
A montanha mágica - Thomas Mann
A morte de Artemio Cruz - Carlos Fuentes
A morte de Arthur - Thomas Malory
A morte de Ivan Ilich - Leon Tolstoy
A morte de Virgílio - Herman Broch
A mulher de trinta anos - Honoré de Balzac
A mulher do tenente francês - John Fowles
A obra de arte na era da sua reprodutibilidade técnica - Walter Benjamin
A obra de François Rabelais e a cultura popular na idade média e no renascimento - Mikhail Bakhtin
A odisseia - Homero
A ordem a partir do caos - Ilya Prigogine
A origem das espécies - Charles Darwin
A paixão segundo GH - Clarice Lispector
A pele - Curzio Malaparte
A perigosa ideia de Darwin - Daniel Dennett
A peste - Albert Camus
A pornografia - Witold Gombrowicz
A primavera silenciosa - Rachel Carson
A psicanálise dos contos de fadas - Bruno Bettelheim
A rebelião das massas - José Ortega y Gasset
A redescoberta da mente - John Searle
A religiosa - Denis Diderot
A representação do eu na vida cotidiana - Erving Goffman
A revolução capitalista - Peter Berger
A riqueza das nações - Adam Smith
A Saga de Njal
A sangue frio - Truman Capote
A selva - Upton Sinclair
A sociedade aberta e seus inimigos - Karl Popper
A sociedade da opulência - John Kenneth Galbraith
A sociedade do anel - John R. R. Tolkien
A sociedade do espetáculo - Guy Debord
A sociedade feudal - Marc Bloch
À sombra do vulcão - Malcolm Lowry
A teia da vida - Fritjof Capra
A teoria da classe ociosa - Thorstein Veblen
A tigela dourada - Henry James
A tumba do relâmpago - Manuel Scorza
A Vênus das peles - Leopold Von Sacher-Masoch
A vida de Samuel Johnson - James Boswell
A vida dos doze césares - Suetônio
A vida e o tempo de Michel K - John M. Coetzee
A vida modo de usar - Georges Perec
A virtude do egoísmo - Ayn Rand
A vista de lugar nenhum - Thomas Nagel
Absalão, absalão - William Faulkner
Admirável mundo novo - Aldous Huxley
Adônis - Giambattista Marino
Agosto - Rubem Fonseca
Alguém parado lá fora - William Gaddis
Almas mortas - Nikolai Gogol
Almoço nu - William Burroughs
Amada - Toni Morrison
Amadis de Gaula
Amor de perdição - Camilo Castelo Branco
Amor nos tempos do cólera -Gabriel Garcia Marquez
Anarquia, estado e utopia - Robert Nozick
Anna Karenina - Leon Tolstoy
Ao farol - Virgínia Woolf
Aparelhos ideológicos de estado - Louis Althusser
Apocalipse - João
Apócrifos
Apresentação de "Parade" - Guillaume Apollinaire
Aquela confusão louca da via Merulana - Carlo Emilio Gadda
Arcádia - Jacopo Sanazzaro
Arco-íris da gravidade - Thomas Pynchon
Arqueologia do saber - Michel Foucault
Arquipélago Gulag - Aleksandr Soljenitsin
Arte poética - Aristóteles – 15/16/8/2009
Arte poética - Horácio
Arte poética - Nicolas Boileau
Arte retórica - Aristóteles
As aventuras de Alice no país das maravilhas - Lewis Carroll
As aventuras de Huckleberry Finn - Mark Twain
As aventuras de Tom Sawyer - Mark Twain
As cinzas de Gramsci - Pier Paolo Pasolini
As competências para ensinar no século XXI - Philip Perrenoud
As correções - Jonathan Franzen
As estruturas narrativas - Tzevetan Todorov
As formas elementares da vida religiosa - Émile Durkheim
As ilusões perdidas - Honoré de Balzac
As meninas - Lygia Fagundes Telles
As mil e uma noites
As minas do rei Salomão - Henry Rider Haggard
As origens do totalitarismo - Hannah Arendt
As portas da percepção - Aldous Huxley
As raízes históricas do conto maravilhoso - Wladimir Propp
As relações perigosas - Chordelos de Laclos
As vagabundagens de Benjamim III - Shalom Yaacov Abramovitz
As veias abertas da América Latina - Eduardo Galeano
As viagens - Marco Polo
As viagens de Gulliver - Jonathan Swift
As vinhas da ira - John Steinbeck
Aspectos de teoria da sintaxe - Noan Chomsky
Assassinato no expresso oriente - Agatha Christie
Assim falou Zaratustra - Friedrich Nietzsche
Assim foi temperado o aço - Nicolai Ostrovski
Auto da fé - Elias Canetti
Autobiografia de Alice B. Toklas - Gertrude Stein
Autopoiese de máquinas e seres vivos - Humberto Maturana
Babbitt - Sinclair Lewis
Batismo de fogo - Mario Vargas Llosa
Berlin alexanderplatz - Alfred Doblin
Bom dia tristeza - Francoise Sagan
Bras, Bexiga e Barra Funda - Antônio Alcântara Machado
Budapeste - Chico Buarque
Cadernos do cárcere - Antonio Gramsci
Cancioneiros portugueses
Candido - Voltaire
Caninos brancos - Jack London
Cantar del Cid
Cantos de Maldoror - Conde de Leautreamont
Capitalismo e liberdade - Milton Friedman
Carmen - Prosper Merimée
Carmina burana
Carta sobre a felicidade a Meneceu - Epicuro
Cartas - Hernan Cortez
Casa grande e senzala - Gilberto Freire
Catilinárias - Marco Túlio Cícero
Cavalaria vermelha - Isaac Babel
Cem anos de solidão - Gabriel Garcia Marquez
Chapadão do bugre - Mário Palmério
Choque de civilizações - Samuel H. Huntighton
Cidade de Deus - Agostinho de Hipona
Cidades invisíveis - Ítalo Calvino
Ciência e comportameto humano - Burrhus Skinner
Cisnes selvagens - Chang Chung
Colônia penal - Franz Kafka
Comentários sobre a guerra da Gália - Júlio Caio Cesar
Complexo de Portnoy - Philip Roth
Computation at the edge of caos - Christopher Langton
Condições da liberdade - Ernest Gellner
Confissões - Agostinho de Hipona
Confissões - Jean-Jaques Rousseau
Confissões de um comedor de ópio - Thomas de Quincey
Conhecimento do homem - Alfred Adler
Construir, habitar, pensar - Martin Heidegger
Contato - Carl Sagan
Contos - Alphonse Daudet
Contos - Anton Tchekhov
Contos - Charles Bukowski
Contos - Charles Dickens
Contos - Dalton Trevisan
Contos - Dashiell Hammett
Contos - Dino Buzzati
Contos - Dorothy Parker
Contos - Eça de Queirós
Contos - Edgar Allan Poe
Contos - Flanery O'Connor
Contos - Guy de Maupassant
Contos - Hans Christian Andersen
Contos - Howard Philips Lovecraft
Contos - Iris Murdoch
Contos - João Antônio
Contos - Jorge Luis Borges
Contos - José J. Veiga
Contos - Katherine Mansfield
Contos - Lygia Fagundes Telles
Contos - Machado de Assis
Contos - Mikhail Lermontov
Contos - Moacir Sclyar
Contos - Murilo Rubião
Contos - Nelson Rodrigues
Contos - Raymond Chandler
Contos - Roberto Drummond
Contos - Rubem Fonseca
Contos da Cantuária - Geoffrey Chaucer
Contos de fadas - Irmãos Grimm
Contos de Jerusalém - Samuel Agnon
Contos de Sherlock Holmes - Arthur Conan Doyle
Contos gauchescos - Simões Lopes Neto
Contos marcianos - Ray Bradburry
Coração das trevas - Joseph Conrad
Corina - Madame de Stael
Corpo de baile - Guimarães Rosa
Cosmos, caos e o mundo que virá - Norman Cohn
Crime e castigo - Fyodor Dostoyevsky
Crítica da razão dialética - Jean-Paul Sartre
Crítica da razão prática - Immanuel Kant
Crítica da razão pura - Immanuel Kant
Crítica do juízo - Immanuel Kant
Crônica da casa assassinada - Lucio Cardoso
Crônicas - Carlos Drummond de Andrade
Crônicas - Carlos Heitor Cony
Crônicas - Fernando Sabino
Crônicas - Mario Prata
Crônicas - Nelson Rodrigues
Crônicas - Paulo Mendes Campos
Crônicas - Rubem Braga
Culto aos heróis - Thomas Carlyle
Curso de filosofia positiva - Augusto Comte
Curso de lingüística geral - Ferdinand de Saussure
Curso de midiologia geral - Regis Debray
D. Gesualdo - Giovani Verga
Da guerra - Carl Clausewitz
Da oratória - Marco Túlio Cícero
Da república - Marco Túlio Cícero
David Copperfield - Charles Dickens
Decameron - Giovanni Boccaccio
Deixemos falar o vento - Juan Carlos Onetti
Delta de Vênus - Anais Nin
Democracia e educação - John Dewey
Depois da virtude - Alasdair MacIntyre
Descartes segundo a ordem das razões - Martial Guéroult
Desenvolvimento como liberdade -Amartya Sen
Dhammapada - Siddharta Gautama
Dialética do esclarecimento - Theodor Adorno
Diálogo sobre o método - Paul Feyerabend
Diálogos - Platão
Diálogos sobre os grandes sistemas do universo - Galileu Galilei
Diante da dor dos outros - Susante Sontag
Diário da loucura e outras histórias - Lu Xun
Diário de Anne Frank - Anne Frank
Diários da descoberta da América - Cristóvão Colombo
Dicionário do folclore brasileiro - Câmara Cascudo
Diferença e repetição - Gilles Deleuze
Dinheiro queimado - Ricardo Piglia
Direitos do homem - Thomas Paine
Discurso preliminar da enciclopédia - Jean D'Alambert
Discurso sobre a história universal - Jacques Bossuet
Discurso sobre o método - René Descartes
Do ter ao ser - Erich Fromm
Dom Casmurro - Machado de Assis
Dom Quixote - Miguel de Cervantes
Don segundo sombra - Ricardo Güiraldes
Dona flor e seus dois maridos - Jorge Amado
Doutor Fausto -Thomas Mann
Doutor Jivago - Boris Pasternak
Drácula - Bram Stocker
Éclogas - Públio Virgílio Marão
Economia - Paul Samuelson
Economia e sociedade - Max Weber
Educação sentimental - Gustave Flaubert
Elementos - Euclides
Elogio da loucura - Erasmo de Roterdan
Elogio dos intelectuais - Bernard Henry-Levi
Em busca do tempo perdido - Marcel Proust
Émile - Jean-Jaques Rousseau
Enéades - Plotino
Ensaio acerca do entendimento - John Locke
Ensaio sobre a dádiva - Marcel Mauss
Ensaio sobre a verdade - Donald Davidson
Ensaio sobre algumas formas primitivas de classificação - Émile Durkheim
Ensaios de lingüística geral - Roman Jakobson
Ensaios sobre os dados imediatos da consciência - Henri Bergson
Enterrem meu coração na curva do rio - Dee Brown
Entrevista com o vampiro - Anne Rice
Epístolas - Paulo de Tarso
Eros e civilização - Herbert Marcuse
Esaú e Jacó - Machado de Assis
Escritos filosóficos - John Duns Scott
Esferas da justiça - Michael Walzer
Essência da filosofia - Whilhelm Dilthey
Estética - Benedetto Croce
Estética da recepção - Hans Robert Jauss
Estrutura da economia americana - Wassily Leontief
Estrutura da lírica moderna - Hugo Friedrich
Estrutura e função na sociedade primitiva - Alfred Radcliff-Brown
Estruturas da mente - Howard Gardner
Estudos de estilo - Leo Spitzer
Ética - Aristóteles
Ética - Baruch Spinoza
Eu, o supremo - Augusto Roa Bastos
Eu, robô - Isaac Asimov
Eupalinos ou o arquiteto - Paul Valéry
Eurico, o presbítero - Alexandre Herculano
Eusébio Macário - Camilo Castelo Branco
Evangelho segundo Mateus - Mateus
Exodus - Leon Uris
Fábulas - Esopo
Fábulas - Jean de La Fontaine
Farsália - Marco Aneu Lucano
Feira das vaidades - Wiliam Makepeace Thackeray
Fenomenologia da consciência interna do tempo - Edmund Husserl
Fenomenologia do espírito - Friedrich Hegel
Filhos de Gebelawi - Naguib Mahfouz
Filhos e amantes - D.H. Lawrence
Filosofia - Karl Jaspers
Física atômica e conhecimento humano - Niels Bohr
Fogo fátuo - Wladimir Nabokov
Fogo morto - José Lins do Rego
Folhas caídas - Almeida Garrett
Fome - Knut Hamsun
Fontamara - Ignazio Silone
Formação da literatura brasileira - Antonio Candido
Formação do Brasil contemporâneo - Caio Prado Jr
Formação econômica do Brasil - Celso Furtado
Fortunata e Jacinta - Benito Pérez Galdóz
Fragmentos dos filósofos pré-socráticos
Frankenstein - Mary Shelley
Gabriela, cravo e canela - Jorge Amado
Gargantua e Pantagruel - Francois Rabelais
Gente independente - Halidor Laxness
Germinal - Emile Zola
Giordano Bruno e a tradição hermética - Frances Yates
Gramática da política - Harold Laski
Gramática histórica da língua portuguesa - Manuel Said Ali
Gramatologia - Jacques Derrida
Grande e estranho mundo - Ciro Alegria
Grande sertão: veredas - Guimarães Rosa
Grandes esperanças - Charles Dickens
Guerra de guerrilhas - Ernesto Che Guevara
Guerra e paz - Leon Tolstoy
Harry Potter e a pedra filosofal - Joanne K. Rowling
Herzog - Saul Bellow
História - Elsa Morante
História - Heródoto
História da guerra do Peloponeso - Tulcídides
História da minha vida - George Sand
História de Roma - Theodor Mommsen
História de Roma - Tito Lívio
História e consciência de classe - Georg Lukács
Histórias - Públio Cornélio Tácito
Histórias infantis - Ana Maria Machado
Histórias infantis - Monteiro Lobato
Histórias infantis - Ruth Rocha
Homem sem qualidades - Robert Musil
Homo hierarquicus - Louis Dumont
Hotel Atlântico - João Gilberto Noll
Huasipungo - Jorge Icaza
Humano demasiado humano - Friedrich Nietzsche
Humor - Barão de Itararé
Humor - Leon Eliachar
Humor - Luís Fernando Veríssimo
Humor - Milllor Fernandes
Humor - Stanislaw Ponte Preta
I ching - Fu Hsi
Idéias sobre a filosofia da história da humanidade - Johan Herder
Idéias sobre uma fenomenologia - Edmund Husserl
Ideologia e utopia - Karl Mannheim
Individualismo e ordem econômica - F.A. Hayek
Infinito em todas as direções - Freeman Dyson
Insolação - Ivan Bunin
Instituições oratórias - Marco Fábio Quintiliano
Inteligência emocional - Daniel Goleman
Investigações filosóficas - Ludwig Wittgenstein
Iracema - José de Alencar
Ivanhoé - Walter Scott
Jacques, o fatalista - Denis Diderot
Jane Eyre - Charlotte Bronte
Jean Christophe - Romain Rolland
Jerusalém libertada - Torquato Tasso
José e seus irmãos - Thomas Mann
Judas, o obscuro - Thomas Hardy
Judeus sem dinheiro - Michael Gold
Junta-cadáveres - Juan Carlos Onetti
Justine ou os infortúnios da virtude - Marques de Sade
Kamasutra - Mallanaga Vatsyayana
Leviatã - Thomas Hobbes
Liberalismo e democracia - Norberto Bobbio
Linguagem - Leonard Bloomfield
Linguagem e mente - Noan Chomsky
Linguagem, verdade e lógica - Alfred Ayer
Linguagem: uma introdução ao estudo do discurso - Edward Sapir
Lingüística e história literária - Leo Spitzer
Lingüística geral - Charles Bally
Literatura européia e idade média latina - Ernst Robert Curtius
Lógica - Rudolf Hermann Lotze
Lógica e conhecimento científico - Jean Piaget
Lógica matemática - Willard Quine
Lógica para principiantes - Abelardo
Lolita - Wladimir Nabokov
Lord Jim - Joseph Conrad
Los Angeles: cidade proibida - James Ellroy
Macaco: uma jornada para o oeste - Wu Cheng-en
Macunaíma - Mário de Andrade
Mad Maria - Márcio Souza
Madame Bovary - Gustave Flaubert
Mãe coragem - Máximo Gorki
Mahabharata
Mairgret e o homem do branco - George Simenon
Manifesto dadaísta - Tristan Tzara
Manifestos do surrealismo -André Breton
Manuscritos econômico-filosóficos - Karl Marx
Massa e poder - Elias Canetti
Matadouro 5 - Kurt Vonnegut
Materialismo e empírio criticismo - Wladimir Lenin
Meditações - Marco Aurélio
Meditações - René Descartes
Memorial do convento - José Saramago
Memórias - Giacomo Casanova
Memórias da segunda guerra mundial - Winston Churchill
Memórias de Adriano - Marguerite Yourcenar
Memórias de além-túmulo - Francois Chateaubriand
Memórias do cárcere - Graciliano Ramos
Memórias póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis
Memórias sentimentais de João Miramar- Oswald de Andrade
Metafísica - Aristóteles
Metafísica, materialismo e evolução da mente - Charles Darwin
Metáforas da vida cotidiana - George Lakoff
Metamorfoses - Lúcio Apuleio
Metamorfoses - Públio Ovidio Naso
Métodos em lingüística estrutural - Zellig Harris
Middlemarch - George Eliot
Mimesis - Erich Auerbach
Minima moralia - Theodor Adorno
Miss corações solitários - Nathanael West
Misticismo e lógica - Bertrand Russell
Mitologias - Roland Barthes
Mitológicas - Claude Lévi-Strauss
Moby Dick - Herman Melville
Mol Flanders - Daniel Defoe
Molloy - Samuel Beckett
Monarquia - Dante Alighieri
Monológio - Anselmo de Cantuária
Montaillou - Emmanuel Le Roy Ladurie
Morte a crédito - Louis Ferdinand Céline
Morte e vida de grandes cidades - Jane Jacobs
Motivação e personalidade - Abraham Maslow
Mrs. Dolloway - Virgínia Woolf
Mulheres - Charles Bukowski
Nações e nacionalismo - Ernest Gellner
Nada de novo no front - Erich Maria Remarck
Naná - Emile Zola
Não verás país nenhum - Ignácio de Loyola Brandão
Naufrágios e comentários - Alvar Nunez Cabeza de Vaca
Nenhuma paixão desperdiçada - George Steiner
Neuromancer - William Gibson
Nós - Evgueni Ivanovitch Zamiatin
Nossa senhora das flores - Jean Genet
Nostromo - Joseph Conrad
Nova gramática do português contemporâneo - Celso Cunha
Novelas exemplares - Miguel de Cervantes
Novos ensaios sobre o conhecimento humano - Gottfried Leibniz
Novum organum - Francis Bacon
O abolicionismo - Joaquim Nabuco
O amante - Marguerite Duras
O amante de lady Chatterley - D.H. Lawrence
O amanuense Belmiro - Cyro dos Anjos
O anão - Pär Lagerkvist
O ano passado em Mariembad - Allain Robbe-Grillet
O apanhador no campo de centeio - J.D. Salinger
O arco e a lira - Octavio Paz
O ateneu - Raul Pompeia
O barril mágico - Bernard Malamud
O beijo da mulher aranha - Manuel Puig
O bosque das ilusões perdidas - Henry Alain-Fournier
O caderno dourado - Doris Lessing
O cânone ocidental - Harold Bloom
O cão dos Baskervilles - Arthur Conan Doyle
O capital - Karl Marx
O carnaval de romans - Emmanuel Le Roy Ladurie
O castelo - Franz Kafka
O chamado da selva - Jack London
O ciúme - Allain Robbe-Grillet
O código da Vinci - Dan Brown
O conceito de angústia - Soren Kierkegaard
O conceito de mente - Gilbert Ryle
O conde de Monte Cristo - Alexandre Dumas
O conservador - Nadine Gordimer
O contrato social - Jean-Jaques Rousseau
O coração é um caçador solitário - Carson McCullers
O corão - Maomé
O corcunda de Notre Dame - Victor Hugo
O coronel e o lobisomem - José Cândido de Carvalho
O corsário negro - Emilio Salgari
O cortiço - Aluísio de Azevedo
O crime do padre Amaro - Eça de Queirós
O declínio da idade média - Johann Huizinga
O desenvolvimento do pensamento biológico - Ernst Mayr
O deserto dos tártaros - Dino Buzzati
O desgosto da Bélgica - Hugo Claus
O don silencioso - Mikail Cholokhov
O ego e o id - Sigmund Freud
O encontro marcado - Fernando Sabino
O erro de Descartes - António Damásio
O espião que veio do frio - John Le Carré
O espírito das leis - Montesquieu
O estado e a revolução - Wladimir Lenin
O estrangeiro - Albert Camus
O evangelho segundo Jesus Cristo - José Saramago
O existencialismo é um humanismo - Jean-Paul Sartre
O fantasma da ópera - Gaston Leroux
O fenômeno humano - Pierre Teilhard de Chardin
O fim da ideologia - Daniel Bell
O futuro do capitalismo - Joseph Schumpeter
O gene egoísta - Richard Dawkins
O grande Gatsby - Scott Fitzgerald
O grande, o pequeno e a mente - Roger Penrose
O homem - Ralph Linton
O homem acabado - Giovani Papini
O homem e o mundo natural - Keith Thomas
O homem invisível - Ralph Ellison
O homem que confundiu a sua mulher com um chapéu - Oliver Sacks
O homem que foi quinta feira - Gilbert Keith Chesterton
O idiota - Fyodor Dostoyevsky
O iluminado - Stephen King
O imoralista - André Gide
O instinto da linguagem - Steven Pinkler
O jogador - Fyodor Dostoyevsky
O jogo da amarelinha - Júlio Cortázar
O jogo das contas de vidro - Herman Hesse
O jogo final - Orson Scott Card
O jovem Törless - Robert Musil
O leopardo - Tomaso di Lampedusa
O livro da selva - Rudyard Kipling
O Livro de Job
O livro dos espíritos - Alan Kardec
O Livro dos mortos
O livro vermelho - Mao Tse Tung
O lobo da estepe - Herman Hesse
O macaco nu - Desmond Morris
O mal-estar na civilização - Sigmund Freud
O manifesto comunista - Karl Marx
O médico e o monstro - Robert Louis Stevenson
O Mediterrâneo - Fernand Braudel
O meio é a mensagem - Marshall McLuhan
O mestre e a margarida - Mikhail Bulgakov
O mito de Sísifo - Albert Camus
O monte dos vendavais - Emily Bronte
O mundo como vontade e representação - Arthur Schopenhauer
O mundo de Sofia - Jostein Gaardner
O narrador - Walter Benjamin
O nó de víboras - Francois Mauriac
O nome da rosa - Humberto Eco
O novo espírito científico - Gaston Bachelard
O ópio dos intelectuais - Raymond Aron
O ouriço e a raposa - Isaiah Berlin
O país das neves - Yasunari Kawabata
O pensamento cativo - Czeslaw Milosz
O pensamento selvagem - Claude Lévi-Strauss
O pequeno príncipe - Antoiny Saint Exupery
O perfume - Patrick Suskind
O poder americano e os novos mandarins - Noan Chomsky
O poder e a glória - Graham Greene
O povo brasileiro - Darcy Ribeiro
O primo Basílio - Eça de Queirós
O príncipe - Nicolau Maquiavel
O problema do conhecimento - Ernst Cassirer
O processo - Franz Kafka
O processo civilizador - Norbert Elias
O processo Maurizius - Jakob Wasserman
O profeta - Kalhil Gibran
O quarteto de Alexandria - Lawrence Durrell
O que é a propriedade? - Pierre Joseph Proudhon
O que é vida? - Erwin Schroedinger
O quinze - Rachel de Queiroz
O ramayana
O ramo de ouro - James George Frazer
O reconhecimento de Sakuntala - Kalidasa
O reino deste mundo - Alejo Carpentier
O retrato de Dorian Gray - Oscar Wilde
O sagrado e o profano - Mircea Eliade
O século das luzes - Alejo Carpentier
O segundo sexo - Simone de Beauvoir
O senhor das moscas - William Golding
O senhor presidente - Miguel Ángel Asturias
O sentimento trágico da vida - Miguel de Unamuno
O ser e o nada - Jean-Paul Sartre
O sistema nacional de política econômica - Friedrich List
O sol é para todos - Harper Lee
O sol também se levanta - Ernest Hemingway
O som e a fúria - William Faulkner
O sorriso do lagarto - João Ubaldo Ribeiro
O talentoso Ripley - Patricia Highsmith
O tambor - Günter Grass
O teatro e seu duplo - Antonin Artaud
O templo do pavilhão dourado - Yukio Mishima
O tempo e o vento - Érico Veríssimo
O terrorista - Doris Lessing
O trem estava no horário - Henrich Boll
O trigo e o joio - Fernando Namora
O túnel - Ernesto Sábato
O último dos moicanos - James Fenimor Cooper
O velho e o mar - Ernest Hemingway
O vermelho e o negro - Stendhal
O vidiota - Jerzy Kosinski
O visconde partido ao meio - Ítalo Calvino
O visível e o invisível - Maurice Merleau-Ponty
O zohar - Shimon Bar Yochai
Observando o Islã - Clifford Geertz
Odes - Anacreonte
Odes - Horácio
Oliver Twist - Charles Dickens
On assumptions - Alexius Meinong
Ópera dos mortos - Autran Dourado
Opus majius - Roger Bacon
Orfeu rebelde - Miguel Torga
Organon - Aristóteles
Orgulho e preconceito - Jane Austen
Origens do pensamento moderno - Merlin Donald
Orlando enamorado - Mateo Boiardo
Orlando furioso - Ludovico Ariosto
Os analectos - Confúcio
Os argonautas do pacífico ocidental - Bronislaw Malinowski
Os bostonianos - Henry James
Os Buddenbrooks - Thomas Mann
Os campos de honra - Jean Rouaud
Os cento e vinte dias de Sodoma - Marques de Sade
Os cus de Judas - Antônio Lobo Antunes
Os donos do poder - Raymundo Faoro
Os emigrantes - W. G. Sebald
Os fidalgos da casa mourisca - Júlio Dinis
Os filhos da meia-noite - Salman Rushdie
Os filhos da rua Arbat - Anatoli Ribakov
Os gladiadores - Arthur Koestler
Os indiferentes - Alberto Moravia
Os irmãos Karamazov - Fyodor Dostoyevsky
Os lusíadas - Luis Vaz de Camões
Os Maias - Eça de Queirós
Os miseráveis - Victor Hugo
Os moedeiros falsos - André Gide
Os noivos - Alessandro Manzoni
Os possessos - Fyodor Dostoyevsky
Os ratos - Dyonélio Machado
Os reis taumaturgos - Marc Bloch
Os rios profundos - José Maria Arguedas
Os sertões - Euclides da Cunha
Os sete saberes para a educação do futuro - Edgar Morin
Os sinos da agonia - Autran Dourado
Os sofrimentos do jovem Werther - Johan Goethe
Os sonhos - Francisco - Quevedo y Villegas
Os templários - Piers Paul Read
Os Thibault - Roger Martin du Gard
Os trabalhadores do mar - Victor Hugo
Os trabalhos e os dias - Hesíodo
Os três mosqueteiros - Alexandre Dumas
Os varões assinalados - Tabajara Ruas
Outras inquisições - Jorge Luis Borges
Pai Goriot - Honoré de Balzac
Pais e filhos - Ivan Turguniev
Paraíso perdido - John Milton
Parsifal - Wolfram Von Eschenbach
Passagem para a índia - Edward Morgan Forster
Pé na estrada - Jack Kerouac
Pedagogia do oprimido - Paulo Freire
Pedro Paramo - Juan Rulfo
Pensamentos - Blaise Pascal
Pentateuco - Moisés
Perdas e ganhos - Lya Luft
Pergunte ao pó - John Fante
Perturbação - Thomas Bernhard
Petersburgo - Andrey Bely
Pipi das meias altas - Astrid Lindgren
Poems from prison - Wole soyinka
Poesia - Adélia Prado
Poesia - Affonso Romano de Sant'Anna
Poesia - Alberto de Oliveira
Poesia - Alceu
Poesia - Aleksander Blok
Poesia - Alexander Pope
Poesia - Alexei Bueno
Poesia - Alfred de Musset
Poesia - Alfred de Vigny
Poesia - Alfred Tennison
Poesia - Algermon Charles Swinburne
Poesia - Alhponsus de Guimarães
Poesia - Allen Ginsberb
Poesia - Alphonse Lamartine
Poesia - Álvares de Azevedo
Poesia - Ana Akmatova
Poesia - Andrey Voznesensky
Poesia - Antero de Quental
Poesia - Antônio Nobre
Poesia - Arthur Rimbaud
Poesia - Augusto de Campos
Poesia - Augusto dos Anjos
Poesia - Bocage
Poesia - Caio Valério Catulo
Poesia - Camilo Pessanha
Poesia - Carlos Drummond de Andrade
Poesia - Casimiro de Abreu
Poesia - Castro Alves
Poesia - Cecília Meireles
Poesia - Cesar Vallejo
Poesia - Charles Baudelaire
Poesia - Charles Leconte de Lisle
Poesia - Constantinos Kavafis
Poesia - Cora Coralina
Poesia - Cruz e Souza
Poesia - Dante Rossetti
Poesia - Derek Walcott
Poesia - E.E. Cummings
Poesia - Edgar Allan Poe
Poesia - Elisabeth Bishop
Poesia - Emily Dickinson
Poesia - Eugênio de Castro
Poesia - Eugenio Montale
Poesia - Ezra Pound
Poesia - Federico Garcia Lorca
Poesia - Fernando Pessoa
Poesia - Ferreira Gullar
Poesia - Francesco Petrarca
Poesia - Francois Villon
Poesia - Friedrich Hölderlin
Poesia - Friedrich Novalis
Poesia - Gabriela Mistral
Poesia - Gabrieli D'Annunzio
Poesia - Gerard de Nerval
Poesia - Giacomo Leopardi
Poesia - Giorgis Zeferis
Poesia - Giosué Carducci
Poesia - Giuseppe Ungaretti
Poesia - Gonçalves Dias
Poesia - Gregório de Matos
Poesia - Guerra Junqueiro
Poesia - Guillaume Apollinaire
Poesia - Hart Crane
Poesia - Heinrich Heine
Poesia - Henri Michaux
Poesia – Humberto de Campos
Poesia - Ismail Kadaré
Poesia - Ivan Junqueira
Poesia - Jacques Roubaud
Poesia - Jalalu'I-Din Rumi
Poesia - João Cabral de Melo Neto
Poesia - John Ashberry
Poesia - John Donne
Poesia - John Keats
Poesia - Jorge Guillen
Poesia - Jorge Luis Borges
Poesia - José Hernandez
Poesia - José Lezama Lima
Poesia - José Martí
Poesia - José Paulo Paes
Poesia - Joseph Brodski
Poesia - Juan Ramón Jiménez
Poesia - Kingsley Amis
Poesia - Leopold Senghor
Poesia - Leopoldo Lugones
Poesia - Li Po
Poesia - Lord Byron
Poesia - Luis Aragon
Poesia - Luis Cernuda
Poesia - Luis de Gôngora y Argote
Poesia - Manoel de Barros
Poesia - Manuel Bandeira
Poesia - Marianne Moore
Poesia - Mário de Andrade
Poesia - Mário Quintana
Poesia - Mário Sá Carneiro
Poesia - Matsuo Bashô
Poesia - Muhamed Hafiz
Poesia - Murilo Mendes
Poesia - Nicolas Guillen
Poesia - Octavio Paz
Poesia - Olavo Bilac
Poesia - Omar Khayyam
Poesia - Pablo Neruda
Poesia - Paul Celan
Poesia - Paul Claudel
Poesia - Paul Verlaine
Poesia - Paulo Leminski
Poesia - Percy Shelley
Poesia - Pierre Ronsard
Poesia - Píndaro
Poesia - Rabindranath Tagore
Poesia - Rafael Alberti
Poesia - Raimundo Correa
Poesia - Rainer Maria Rilke
Poesia - Ralph Waldo Emerson
Poesia - Robert Browning
Poesia - Robert Frost
Poesia - Ruben Dario
Poesia - Safo
Poesia - Salvatore Quasimodo
Poesia - Samuel Coleridge
Poesia - São João da Cruz
Poesia - Seamus Heaney
Poesia - Sexto Propércio
Poesia - Silvia Plath
Poesia - Stephane Mallarmé
Poesia - T. S. Eliot
Poesia - Théophile Gautier
Poesia - Thomas Hardy
Poesia - Tíbulo
Poesia - Tu Fu
Poesia - Vicente Huidobro
Poesia - Vinicius de Moraes
Poesia - Vladimir Maiakóvski
Poesia - W H Auden
Poesia - Wallace Stevens
Poesia - Walt Whitman
Poesia - Walter Pater
Poesia - William Blake
Poesia - William Butler Yeats
Poesia - William Carlos Williams
Poesia - William Wordsworth
Poesia - Wislawa Szymborska
Poesia - Yevgeny Yevtushenko
Ponche de rum - Elmore Leonard
Por quem os sinos dobram - Ernest Hemingway
Por uma outra globalização - Milton Santos
Pragmatismo - William James
Práxis - Mário Chamie
Principia mathematica - Bertrand Russell
Princípios de economia - Alfred Marshall
Princípios de economia política - John Stuart Mill
Princípios de economia política e tributação - David Ricardo
Princípios de moral e legislação - Jeremy Bentham
Princípios de uma nova ciência - Giambattista Vico
Princípios matemáticos da filosofia natural - Isaac Newton
Problemas da poética de Dostoievski - Mikhail Bakhtin
Process and reality - Alfred Whitehead
Procura da verdade - Nicolas Malebranche
Produção de mercadorias por meio de mercadorias - Piero Sraffa
Prolegômenos a uma teoria da linguagem - Luis Hjelmslev
Prosa - Fernando Pessoa
Proslógio - Anselmo de Cantuária
Psicologia da gestalt - Wolfgang Kohler
Pureza e perigo - Mary Douglas
Quadro econômico - François Quesnay
Quarup - Antônio Callado
Quincas Borba - Machado de Assis
Rabbit - John Updike
Raça, linguagem e cultura - Franz Boas
Ragtime - Edgar L. Doctorow
Raízes do Brasil - Sérgio Buarque de Holanda
Ratos e homens - John Steinbeck
Razão e sensibilidade - Jane Austen
Reflexos condicionados - Ivan Pavlov
Regras para o parque humano - Peter Sloterdijk
Relatividade - as teorias restrita e geral - Albert Einstein
Retrato de um desconhecido - Nathalie Sarraute
Retrato do artista quando jovem - James Joyce
Revolução dos bichos - George Orwell
Ritos de passagem - Arnold van Gennep
Road to serfdom - Friedrich von Hayek
Robinson Crusoé - Daniel Defoe
Sagarana - Guimarães Rosa
Salmos - David
Sangue de coca-cola - Roberto Drummond
Santuário - William Faulkner
São Bernardo - Graciliano Ramos
Satã em Gorai - Isaac B. Singer
Satiricon - Caio Petrônio
Science and sanity - Alfred Korzybski
Se isto é um homem - Primo Levi
Seminários - Jacques Lacan
Semiótica - Charles Sanders Peirce
Sentido e percepção - John Austin
Sentido e significado - Gottlob Frege
Ser e tempo - Martin Heidegger
Serafim Ponte Grande - Oswald de Andrade
Servidão humana - Somerset Maugham
Sete anos no Tibet - Heinrich Harrer
Simulacros e simulação - Jean Baudrillard
Sintaxe lógica da linguagem - Rudolf Carnap
Sistema de idealismo transcendental - Friedrich Von Schelling
Sistema de lógica indutiva e dedutiva - John Stuart Mill
Sobre a natureza das coisas - Tito Lucrécio Caro
Sobre o infinito, o universo e os mundos - Giordano Bruno
Sobre sociologia e política social - Max Weber
Socialismo libertário - Mikhail Bakunin
Sociobiology - Edward Osborne Wilson
Solaris - Stanislaw Lem
Sonetos - Luis Vaz de Camões
Sonetos - William Shakespeare
Subterrâneo - on De Lillo
Suma lógica - William of Okham
Suma teológica - Tomás de Aquino
Tao te ching - Lao Tse
Técnica e ciência como ideologia - Jurgen Habermas
Tempo de migrar para o norte - Tayeb Salih
Teogonia - Hesíodo
Teologia do estado - Carl Schmitt
Teoria do romance - Georg Lukács
Teoria dos jogos e comportamento econômico - John von Neumann
Teoria geral do conhecimento - Moritz Schilick
Teoria geral do emprego, dos juros e da moeda - John Maynard Keynes
Teresa filósofa - Jean Baptiste de Boyer
Terra sonâmbula - Mia Couto
Terras do sem fim - Jorge Amado
Thais - Anatole France
The boston of saadi (the orchardi) - Sheikh Saadi of Shiraz
The fractal geometry of nature - Benoit Mandelbrot
The managerial revolutions - James Burnham
The organization of behavior - Donald Hebb
The pillow book - Sei Shonagon
The society of mind - Marvin Minsky
Things fall apart - Chinua Achebe
Tipos psicológicos - Carl Jung
Tom Jones - Henry Fielding
Totalidade e infinito - Emmanuel Levinas
Totem e tabu - Sigmund Freud
Tractatus logico-philosophicus - Ludwig Wittgenstein
Trapo - Cristóvão Tezza
Tratado das sensações - Etienne de Condillac
Tratado de argumentação: a nova retórica - Chaim Perelman
Tratado de economia política - Jean Baptiste Say
Tratado de metafísica - Voltaire
Tratado geral de semiótica - Humberto Eco
Tratado sobre a natureza humana - David Hume
Três diálogos - George Berkeley
Três ensaios - Michel de Montaigne
Três ensaios sobre a teoria da sexualidade -Sigmund Freud
Três tristes tigres - Guillermo Cabrera Infante
Trilogia de Nova York - Paul Auster
Trilogia USA - John dos Passos
Tripitaka
Triste fim de Policardo Quaresma - Lima Barreto
Tristes trópicos - Claude Lévi-Strauss
Trópico de câncer - Henry Miller
Ulisses - James Joyce
Um copo de cólera - Raduan Nassar
Um dia na vida de Ivan Denisovich - Aleksandr Soljenitsin
Um ensaio sobre o princípio da população - Thomas Robert Malthus
Um estadista do império - Joaquim Nabuco
Um gosto e seis vinténs - Somerset Maugham
Um novo conceito de ideologia - Max Horkheimer
Um sistema de filosofia sintética - Herbert Spencer
Um sonho americano - Norman Mailer
Um universo pluralístico - William James
Uma breve história do tempo - Stephen Hawkins
Uma curva no rio - V.S. Napuil
Uma questão pessoal - Kenzaburo Oe
Uma teoria da justiça - Johnn Rawls
Uma tragédia americana - Theodore Dreiser
Upanishads
Utopia - Thomas Morus
Vargas: uma biografia política - Hélio Silva
Vathek - William Beckford
Verdade e método - Hans George Gadamer
Vestígios do dia - Kazuo Ishiguro
Viagem ao centro da terra - Julio Verne
Viagem ao fim da noite - Louis Ferdinand Céline
Vida dos poetas ingleses - Samuel Johnson
Vida e opiniões de Tristam Shandy - Laurence Sterne
Vida nova - Dante Alighieri
Vidas paralelas dos gregos e romanos ilustres - Plutarco
Vidas secas - Graciliano Ramos
Vigiar e punir - Michel Foucault
Vinte mil léguas submarinas - Julio Verne
Visão do paraíso - Sérgio Buarque de Holanda
Viva e deixe morrer - Ian Fleming
Viva o povo brasileiro - João Ubaldo Ribeiro
Voz diferente - Carol Gilligan
Walden ii - Burrhus Skinner
Washington DC - Gore Vidal
What computers can't do - Hubert Dreyfus
Wilhelm Meister - Johan Goethe
Zadig - Voltaire
Zazie no metro - Raymond Queneau
Zero - Ignácio de Loyola Brandão
Zorba, o grego - Nikos Kazantzakis

Referências

ABRÃO, Bernadete Siqueira (Org.). A história da Filosofia. São Paulo: Nova Cultural, 2004.
BLOOM, Harold. Os 100 autores mais criativos da história da literatura. Rio de Janeiro: Objetiva, 2002.
BLOOM, Harold. O cânone ocidental: os livros, a história e o tempo. Rio de Janeiro: Objetiva, 1994.
BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Cultrix, 2001.
D'ONOFRIO, Salvatore. Literatura ocidental: autores e obras fundamentais. São Paulo: Ática, 2000.
GONZAGA, Sergius. Manual de literatura brasileira. 9. ed. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1993.
MOISÉS, Massaud. A literatura portuguesa. São Paulo: Cultrix, 2001.
MONTEZ, Ângela Bastos (Org.). Autores brasileiros: bibibliografias. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, 1998.
SENA, Jorge de (Org.). Poesia de 26 séculos: de Arquíloco a Niestzsche. Coimbra: Fora do Texto, 1993.
TEATRO VIVO. Introdução e história. Abril Cultural, São Paulo. 1976.
BIBLIOTECA FOLHA. Folha de São Paulo, São Paulo. 2003.
GÊNIOS DA LITERATURA. Abril Cultural, São Paulo. 1980.
MESTRES DA LITERATURA CONTEMPORÂNEA. Record, Rio de Janeiro.
GRANDES DRAMATURGOS. Peixoto Neto, São Paulo. 2004.
OS ECONOMISTAS. Abril Cultural, São Paulo. 1985.
Os Pensadores. Abril Cultural, São Paulo. 1978.

Listagem capturada na Internet.

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Poeta

    Não encontrei nesta relação de excelentes livros, este, e aproveito esta excelente oportunidade para declarar que este livro, foi o único que li por inteiro, em toda a minha vida.

     "Fernão Capelo Gaivota é um romance de, publicado em 1970. Publicado originalmente nos Estados Unidos com o título de "Jonathan Livingston Seagull — a story", foi lançado neste mesmo ano no Brasil como "A História de Fernão Capelo Gaivota" pela editora Nórdica.

     SINOPSE

     Uma gaivota de nome Fernão decide que voar não deve ser apenas uma forma para a ave se movimentar. A história desenrola-se sobre o fascínio de Fernão pelas acrobacias que pode modificar e em como isso transtorna o grupo de gaivotas do seu clã. É uma história sobre liberdade, aprendizagem e amor.

     A primeira parte do livro mostra o jovem Fernão Capelo Gaivota frustrado com o materialismo e o significado da conformidade e da limitação da vida de uma gaivota. Ele é confrontado com paixão pelos voos de todos os tipos, e a sua alma descola com as suas experiencias e emocionantes triunfos de ousadia e feitos aéreos. Eventualmente, a sua falta de conformismo à limitada vida de gaivota leva-o a entrar em conflito com o seu bando e virarem-se contra ele. Ele torna-se um banido. Não obstante disso, Fernão continua os seus esforços para atingir objetivos e voos mais altos, muitas vezes bem sucedidos, mas eventualmente sem o conseguir tanto quanto desejaria. Em seguida ele é encontrado por duas radiantes gaivotas que lhe explicam que ele já aprendeu muito e agora elas estão lá para ensinar-lhe mais. Ele então passa a segui-las."

    Entenderam a semelhança?...

     https://pt.wikipedia.org/wiki/Fern%C3%A3o_Capelo_Gaivota

    1970
    1970 (MCMLXX, na numeração romana) foi um ano comum do Século XX que começou numa quinta-feira, segundo o calendário gregoriano. A sua letra dominica…
  • Poeta

    Ficaram muitos livros bons(para mim) de fora :

    Lavoura  Arcaida-O filho de mil  pais, Eu(Augusto dos Anjos), O  caçador de Pipas, Táticas de Guerra, Jerusalem Libertada(Torquato Tasso).

  • Poetisa

    Seu gosto assemelha-se ao meu. Alguns título eu tenho, alguns a mais já li, mas minha lista de lidos ainda está longe de chegar à sua. Parabéns pelas escolhas.

  • Top Comentarista

    Desta lista, não li muitos, mas adorei as sugestões , como amo leitura, agradeço de coração .

  • Artista Digital Professora Artista Plástica Poetisa Advogada e Escritora Criadora-BABPEAPAZ

    COMENTÁRIOS REALIZADOS NO PORTAL PEAPAZ

    COMENTÁRIO REALIZADO POR MARCIA PORTELLA EM 11 NOVEMBRO 2013 ÀS 10:59
    Silvia, confesso que li pouco da lista.
    Ernest Hemingway
    Carol Gilli
    Eça de Queirós
    Henry Miller
    Jorge Amado
    Carol Giligan
    Jane Austin
    Se me der licença... recomendo:
    Emily Brontê - O morro dos Ventos Uivantes
    Daufine Du Maurier - Rebecca
    Stefan Zuweig - O momento Supremo - A Corrente
    Xavier De Montépin - Os Fantoches De Madame Diabo
    Vou pesquisar alguns da lista e ler...
    Obrigada pela valiosa dica...

    COMENTÁRIO REALIZADO POR CARLOS KAHÊ EM 11 NOVEMBRO 2013 ÀS 9:23
    Eu não acredito que fiz tal comentário; do tipo, perco o amigo mas não perco a piada. Só rindo mesmo! Desculpem a brincadeira, amigos. kkkkkk

    COMENTÁRIO REALIZADO POR SÍLVIA MOTA EM 9 NOVEMBRO 2013 ÀS 12:57
    Querida Arlete, abaixo, alguns autores reclamados, que se encontram na listagem. Basta que vás em => Localizar:
    O tempo e o vento - Érico Veríssimo
    O sol também se levanta - Ernest Hemingway
    O velho e o mar - Ernest Hemingway
    Por quem os sinos dobram - Ernest Hemingway
    Em busca do tempo perdido - Marcel Proust
    Os Maias - Eça de Queirós
    O primo Basílio - Eça de Queirós
    O crime do Padre Amaro - Eça de Queirós
    Contos - Eça de Queirós
    Gabriela, cravo e canela - Jorge Amado
    Terras do sem fim - Jorge Amado
    Dona Flor e seus dois maridos - Jorge Amado
    Eusébio Macário - Camilo Castelo Branco
    Amor de perdição - Camilo Castelo Branco

    COMENTÁRIO REALIZADO POR ARLETE BRASIL DERETTI FERNANDES EM 7 SETEMBRO 2012 ÀS 20:55
    Querida Silvia, grata pela partilha. São indicações muito especiais. Desde a minha adolescência li vários destes livros, mas pela quantidade ainda falta ler muuuuuuuuuuuuuuito. Não vi na listagem Morris West, Jhon Steinback, Ernest Hemingway, Marcel Proust, Eça de Queirós, Camilo Castelo Branco, Jorge Amado, Erico Veríssimo, Todos os nossos modernistas que não vou citar senão acabo cansando. E mais alguns. Beijos. Arlete.

    COMENTÁRIO REALIZADO POR LÚCIA CLÁUDIA GAMA OLIVEIRA EM 3 JULHO 2011 ÀS 18:10
    Também tô ferrada!!! (risos). Mas li algumas. Adorei Lao Tsé, Lubsabg Rampa... e os de Jane Austen ( Orgulho e Preconceito e razão e Sensibilidade), aliás lindos. Adorei a lista, eterna professora!!! Parabéns.

    COMENTÁRIO REALIZADO POR SÍLVIA MOTA EM 3 JULHO 2011 ÀS 3:49
    A lista não foi criada por mim, querido Jaime. Capturei-a na Internet. Considero-a muito "clássica". Tive a oportunidade de ler algumas obras de filósofos modernos que adorei e não se encontram na listagem. Na realidade, tive uma grande decepção quando encontrei esta lista, ao perceber que muito tenho a conhecer... Era madrugada e eu estava em Cabo Frio. Mais do que depressa, busquei na Internet e encontrei a "Arte poética", de Aristóteles, que ainda não lera. Li a obra, de uma só vez, até amanhecer o dia. Foi muito engraçado o resultado da "angústia intelectual". Depois, acalmei-me. Afinal, minha vida acadêmica e profissional, direcionadas para o Direito - Ética - Justiça e Sociedade (pelo menos 12 anos entre graduação, mestrado e doutorado), levaram-me a outro tipo de intensa leitura, que se perpetua... (risos). De qualquer forma, o importante é ler coisas boas, sempre. Faço isto diariamente.
    Tuas indicações são relevantes. Grata. Beijossssssssssss

    COMENTÁRIO REALIZADO POR JAIME DA SILVA VALENTE EM 3 JULHO 2011 ÀS 3:06
    Reli algumas vezes e não encontrei os meus favoritos: "Mensagem" - Fernando Pessoa; "A Náusea" - Sartre; "O Covil" - Kafka. Também o delicioso e despretencioso "Lucíola" de José de Alencar e "Nus e Suplicantes" de Urbano Tavares Rodrigues, que marcaram época. Da lista, saliento Nietzche, Camões e a "bíblia" Mahabharata. Belo e extenuante trabalho, Sílvia, parabéns! Bjss.

    COMENTÁRIO REALIZADO POR MÔNICA DO S NUNES PAMPLONA EM 27 JUNHO 2011 ÀS 14:11
    Acho que "tô" ferrada Sílvia! Da missa ainda não li um terço! E juro a você. Eu leio muuuuiiiiittttooooooo. Acredito que seja porque minha literatura seja mais voltada para o lado interior do ser humano. Bjsss

    COMENTÁRIO REALIZADO POR CARLOS KAHÊ EM 27 JUNHO 2011 ÀS 8:29
    Fico feliz de ter lido mais da metade e sei que ainda falta à lista: Sangue na Rua das Flores, Um Rio Perene, A Rosa do Tempo, O Bailado Humano, A Orquestra dos mortos, Pássaros Mudos, A Água Lustral e os moinhos de vento, A Noiva da Cidade, O Santo Selvagem,, estes, escritos e/ou publicados, por mim; além de outros, não citados, que escrevi ou que escreverei.

    COMENTÁRIO REALIZADO POR MARINEIDE DAN RIBEIRO EM 26 JUNHO 2011 ÀS 16:33
    "Ó bendito o que semeia livros,
    Livros a mão cheia
    E manda o povo pensar
    O livro, caindo n'alma
    É gérmen que faz a palma
    É chuva que faz o mar
    Vós, que o tempo das ideias
    Largo, abris as multidões
    Para o batismo luminoso das grandes revoluções
    "Agora que o trem de ferro
    Acorda o tigre no cerro
    E espanta os caboclos nus,
    Fazei desse “rei dos ventos”
    - Ginete dos pensamentos,
    - Arauto da grande luz!..."
    Castro Alves

    COMENTÁRIO REALIZADO POR MARCIA PORTELLA EM 26 JUNHO 2011 ÀS 15:46
    O livro
    É meu teatro
    Sigo roteiros
    Monto peças
    Imagino rostos
    Sou personagem
    Real e fictício
    Crio cores
    Sinto perfumes
    Viajo por mundos
    Desconhecidos
    Inalo conhecimentos
    Me perco na fantasia
    Em eterna companhia
    Marcia Portella

    COMENTÁRIO REALIZADO POR MIGUEL PIÇARRA EM 26 JUNHO 2011 ÀS 14:51
    Livro
    Se queres viver uma aventura,
    Não tens muito que procurar,
    Se estás virado para a ternura,
    Nem precisas sair do teu lugar;

    Aí, no recanto do teu lar,
    Podes viajar, por todo o Mundo,
    Podes ir até ao fundo do Mar
    Ou até ao Espaço Profundo;

    Aí, tens toda a Ciência
    E todos os passos da História,
    Com muita ou pouca inteligência

    Terás, sempre, uma grande memória,
    Desde que tenhas a confidência
    De um livro e sua história!...

This reply was deleted.