Mensagens de Blog

VÔO VIRTUAL

 

 

VÔO VIRTUAL

 

A brisa fresca entrou,

Bafejou minhas pernas sentadas

Levantou minhas folhas na mesa pousadas

Vi então esvoaçar pela janela aberta

Mil palavras não pronunciadas,

Por entre as flores cor de fogo e oliveiras

Minhas palavras não faladas

Não ouvidas nem lidas

Ganharam mil asas invisíveis foram no céu azul…

Alguém as lerá um dia ou uma noite, quiçá …

Alguém um dia fará uso dela desconhecendo que,

Muito antes de seus olhos nelas poisarem

Foram pássaros invisíveis,

- como todo o virtual é -

Ganharam cores e vivências que ninguém saberá.

 

Minhas palavras não faladas nem lidas...

 

Chantal Fournet

4 Novembro 2017

Portugal

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Chantal Fournet

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.