Mensagens de Blog

Verdade e Justiça

Verdade e Justiça


Não sei o que fazer na louca vida que vivemos.
Atualmente pertencemos ao mundo egoisticamente.
Damos todos os dias "bom dia" em nossas redes sociais,
Mas no realismo da vida, nem olhamos para o rosto uns dos outros.
Estamos perdidos.
Muitas vezes, acusamos por falso testemunho, e às vezes, esquecemos que no mesmo barco estamos.
E, que todos nós somos suscetíveis aos erros, aos anseios, ninguém é perfeito.
Além dos direitos, temos e não fazemos nossos deveres.
Temos manias de acusar o outro, mas esquecemos que também cometemos erros.
Dói ver alguém sendo acusado injustamente, mesmo que meu santo não bata com o dessa pessoa, dói ver muitas vezes, crianças, jovens serem acusados, e não se ter provas suficientes daquilo.
Dói ver uma família desmoronar por ciúme de posse de um ser que será que tem Deus no coração?
Mas, quem sou eu para fazer tal acusação?
Já difamei muito pessoas através de redes sociais, sim fiquei magoada, afinal, tentei muitas vezes, fazer até o impossível por essas pessoas, vou relatar, são colegas, professores, mas a vida se encarregará de dizer a Verdade, de se fazer Justiça.
Hoje vejo que no âmbito trabalhista, a inveja mata, a inveja machuca, a inveja e injustiças, acabam com relações, e muitos são opressores, atingem sempre o mais fraco.
Que as pessoas possam ler nessa prosa poética, uma oração, que peço a Deus, para que o Mundo seja mais Justo e Verdadeiro, sei que nem Jesus, filho de Deus conseguiu, eu sou apenas uma pessoainha que luta por Justiça e Verdade sempre.
Sei que tenho n defeitos, mas lembro que antes dos meus exigidos direitos, tenho os meus deveres.
Paz e bem.
São Paulo, 15 de junho de 2019.
Teka Castro, professora da disciplina de Química e Escritora.

In memoriam: João Miguel, Rafael Miguel, Miriam Miguel, mortos pela possessão de Paulo Copertino, na região do Jardim Pedreira, Santo Amaro, São Paulo. Família Miguel
Para uma pessoa que admiro muito Marluce Dutra, que está sofrendo injustiças trabalhistas.
Para homens, mulheres e crianças que são injustiçados, acusados de furtos sem sentido, ou de calúnias profundas.
Para minha filha Alexia Cristina, que sofreu injustiça.
E, para todo leitor que lê e comentar esse post.
Paz e bem.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.