Mensagens de Blog

Poeta e Escritor

Um Caminho

 

 

 

 

 

 

 

Um Caminho

 

“Um caminho no Poema, primeiro escreva as rimas e em seguida complete as estrófes ”

                                                             

‘”Um Caminho” a mim me foi ofertado e não anui, convicto e compenetrado, alertei que “Um caminho literal, é um erro de denotação”

Então na réplica eu exigira que me fosse concedido, “O Caminho”.

Àquele que eu pudesse trafegar em viagens e chegar a algum lugar, em um sustentável modelo de paraíso terrestre.

 

 “Um caminho de virtudes, eterniza a vida”

 

Caminho induz destino, e eu nunca diria “chegar ao meu destino” Este acaso nunca existira nem em premonição para dar satisfações e confidenciar, se se escondera na misteriosa lava do vulcão, o dito meu destino nunca deu as caras para combinar, agora apenas palavra de semântica poética.

 

“Um caminho estreito, humaniza e sublima as passadas”.

 

Sabedor que nos riscados do mapa a realidade é firme, eu não pediria jamais “Um Caminho reto, onde haveria lacunas de sobras”

A minha vida deveria andar, com marcação geográfica precisa e devaneios em metas visionárias, e em alguns pontos do mapa decidir, escolher por intuição, atalhos opcionais, estradas vicinais, caminhar em rotas estranhas, ultrapassar montanhas, passar por sobre correntezas de rios de menos profundeza e eu, inseto humano a saciar um radar, nestes inevitáveis labirintos que “ O Caminho” oferta de esperanças.

 

“Um caminho com bússola, tem norte, sul, leste, oeste”

 

Eu sonhara numa noite que com persistência, desdobrando tentáculos, alcançaria a vida de eternidades, deixaria meus rastros de significados e tratados na terra percorrida. Teria cumprido uma missão de formiguinha frente a imensidão das galáxias.

 

Um caminho leva-me em repetição a fluir o destino, o qual me acode e sacode o ceticismo em minhas flutuações emocionais.

Diante do magnetismo do Universo, interdependência  e interferência dos atores animados e inanimados ,a complexidade integrada da Criação, minha mesquinhez na insensatez de ser humano, em deferência a tantos fatores cósmicos e terrenos,  acataria o destino como a chegada à um lugar nunca antes desejado ou planejado.

“ A Um caminho literal, o destino caberia”

 

“Um caminho é sonho, não desperte antes da linha de chegada,

Se despertares, refaça um novo caminho, o sonho não”

 

No início da Prosa assenti “O Caminho” para fazer e refazer uma jornada na terra.

“O Caminho almeja o ensejado, uma flecha viva no arco de Robin Hood, armadilhas e barreiras não são motivações para desistências”

 

FIM

 

Nota:Autoria Integral Antonio Domingos Ferreira Filho.

Dez 2016

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.