TEU AMOR

Peguei um caldeirão

Enorme e velho

E nele comecei a

Colocar a poção da

Magia para poder

Fazer-te um encanto

Especial neste dia tão

Especial peguei carona

No Halloween e logo

Vi-me cercado pelo

Teu amor que foi

Nascendo dentro deste

Teu coração de bruxinha.

 

Em cada gotinha da magia

Fazia-se presente o teu encanto

Que ia me encantado com

O teu sorriso e este olhar

Que a tudo observava em tua volta.

 

Fui mexendo devagar

Sentindo que o amor

Estava sendo misturado

Dentro do caldeirão

E senti que a cada mexida

Um novo coração batia

Mais forte dentro de mim,

E que o teu sorriso já

Era um sorriso apaixonado.

 

Na mistura do amor,

A bruxinha foi se sentindo

Amada e fazendo com que

A cada mexida um novo dia

Estava nascendo nesse instante.

 

Nesta magia que se seguia

O amor ia surgindo,

A vida ia aparecendo e um

Novo dia seguia em nossa vida.

 

Comendador Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Membro Efetivo da Academia Marataizenses de Letras

Embaixador da Paz

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas