Mensagens de Blog

Poetisa e Escritora

Sonhos e saudades.

 

 

 No âmago de minha alma sinto, desejo de voltar ao tempo, viver intensamente os momentos que deixei passar,  por dedicação aos estudos, o início da vida profissional, a repressão dos Pais, nos tempos em que tudo era proibido, sonhos acalentados, sensualidade aflorando, desejos incontidos ao sentir o olhar penetrante de alguém por quem nutria  forte atração. Amores platônicos, toque de mãos, uma dança de rosto colado, um abraço mais caliente e ficava nisso os  sonhos de algo mais intenso, que nem eu mesma sabia a origem. Ficou marcado em minha mente, os vestidos bonitos por mim e minhas irmãs confeccionados, o primeiro sapato de salto, o primeiro penteado, o primeiro baton, o  primeiro olhar à busca de outro...o primeiro beijo, nem falar....as missas do galo das noites de Natal,  o primeiro baile com músicas inesquecíveis...Meus doces tempos dos quinze aos vinte anos, quando por dois anos no internado de freiras fiquei, longe de casa, traumas resultantes da educação rígida do internato, que,  devido à opressão, nem um olhar ao lado era permitido.  Cedo casei.  Realidade enfrentada, dois filhos em três anos, responsabilidades, mudança total de vida, muitas alegrias mas muitas frustrações,  realidade diferente da sonhada.  Nessa tardinha nostálgica de tempo nublado, inspirou-me essa prosa, recheada de saudades....

                         (luizammanfredi)

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Poeta e Escritor

     

    No âmago de  minha  alma sinto,

    desejo  de  voltar  ao  tempo,

    Parabéns  querida  Luiza

    pelo   enfrentamento

    do   contratempo.

    É a "saudade da 

    infância querida 

    que  os anos  não

    trazem  mais". Viver

    é  recordar  a  vida  nos

    rastros  quais ficaram atrás.

    Bjs.

     

     

     

     

  • This reply was deleted.
    • Poetisa e Escritora

      Muito bom colocar prá fora do peito, lembranças que nos oprimem e trazer para o presente as lembranças boas.  Grata pela visita e comentário Poeta. Bom dia. Abraços

  • Poeta

    Ao invés de lembranças arrepiantes, esqueça de todas elas e coloque num caderno o que vc não fez, e o que não fez como deveria ser feito, e refaça, conforme a tua vontade e permissibilidade, e bola prá frente!... Agora, esse lance de internato é ffffffffantástico!... Então, cate as coisas boas daquele tempo e também esqueça do que você não se identificou... É isso...

    • Poetisa e Escritora

      Excelente comentário Poeta. Navegar no passado, de vez em quando é bom. Mas lembranças que não foram gratificantes, mandar prá longe. Viver o presente lembrando apenas do que nos foi bom. Obrigada. Um abraço

  • Top Comentarista

  • Poetisa e Escritora

    Luiza prosa nostálgica e real.São sonhos e momentos que o passado engole como uma fera esfomeada.Ah!como seria bom se pudessemos mudar o rumo de nossas saudades...  

    • Poetisa e Escritora

      É verdade querida Poetisa.  Há momentos em que a nostalgia aparece e nos vem à lembrança fatos que marcaram nossa caminhada.  Bom, que , como chegam as mandamos de volta ao passado. Viver o presente com alegria e muita paz.  Um abraço

  • Poetisa e Escritora

    Que delicia de prosa querida...me vi um pouco nela

    Parabens ,eu amei!!

    Beijossss

     

    • Poetisa e Escritora

      Bom dia Poetisa!  Quem não viveu momentos de indecisão, em que nossas vontades ficavam no subconsciente?   Bom para devanear e recordar, mas recordar e viver, so o que foi bom.  Grata pela visita. Abraço

This reply was deleted.