SONHO DE AMOR DESFEITO

Meu coração era

Como um riacho ameno,

Calmo, fértil e feliz no amor,

Aonde somente o prazer

Misturava-se com a

Alegria de poder te amar

E ser amado apenas.

 

Depois,

A solidão inesperada

Abaixou-se sobre minha

Cabeça e levou o meu amor,

Levou os meus sonhos,

Todos os sonhos que um por

Um que eu sonhei viver

Somente com você,

E desta minha de amor

Nada restou agora senão

O sonho de amor que

Foi desfeito de repente.

 

Hoje no meu coração

Escuto apenas o uivar

Dos lobos junto ao

Latido dos cães que circulam

Pelos lugares que passamos,

E somente um deserto se

Encontra agora meu coração

Neste instante sem você.

 

Comendador Marcus Rios

Poeta Iunense - Acadêmico -

Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.