Mensagens de Blog

Poetisa e Escritora

SOLIDÃO

 

 

 

 

 

Solidão

DE Té

 

E ela voltou

Aquela solidão de todos os dias

Eternamente solidão

Dentro de mim e à minha volta

Como se jamais houvesse retorno

Daquela alegria que vivia no meu sonho

Mas ela voltou......

 

Porque tu, deixaste que voltasse

Abriste-lhe as portas

para que ela regressasse

E regressou

Me amortalhou.

Te arrancou a memória´hb

Fiquei desolada, sobre o solo frio

Desisti de sorrir

Cedi ,para toda a alegria partir

Ficou a inação, e o que é indiferente

Um calar sucumbido, um gemido

ferido, golpeado, amarfanhado

e zombaria ..tanta zombaria

Traída, cai no seio negro da noite

Esqueci tudo …. tudo

Teu canto … de amor

Tua loa.. tua face

Tua voz linda

Teu morar em mim

Teu ambicionar de mim

Teus anseios

Teus desejos

Teus ciumes

Teus orgulhos

Teus carinhos

Tuas promessas

Teus segredos

Teus beijos molhados

Acariciados pelas águas marinhas

do oceano infinito meu e teu

onde escondi as minhas mágoas

Quando dizias és minha

Só minha.... amada

És o poema que em volta

de teu corpo me perco

te enlaço e te faço perpetuamente minha

Doce enlevo de meu coração

Afinal .. não passaste de uma sombra sem face

que o vento levou e não voltaste

do antro onde te aprisionaste, enfeitiçado

 

De Té

 

 

 

 

 

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.