Mensagens de Blog

SOB O PRISMA DO AMOR (DUETO)

 

Uma luz rútila de encantamento
Flameja nos olhares inocentes
Unificados no espaço-tempo
Na estesia do amor presente!


Dois corações latentes
Como a flor e o colibri
Em conta-gotas calientes
Nas juras de amor sem fim!


Na vinha de sonhos a tecer...
Caminhos de versos e prosas:
Suspiros uníssonos ao entardecer...
Eterno espetáculo de rosas!


As cordas secretas
Dos instrumentos da natureza,
Fazem sons nas almas libertas,
Num hino mágno à beleza!


O verbo amar se faz presente
- conjugado pelo vento -,
Que em uivos de tom plangente,
Trás glamour aos rebentos!


Em alcova resplandente
De segredos e lembranças,
Repousam assim, ternamente,
Sublimadas esperanças!


Nas lágrimas nascem flores!
Os ventos vicejam os mares!
Fazem festa os condores
À espera dos luares!...


A saudade em flor
A chorar e a sorrir,
Traz a essência desse amor
Num cinzel a colorir!





(Cristina Bonetti & Antenor Rosalino)
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.