Mensagens de Blog

Sem sonhos

Já não ouço a melodia da águia

Nem o uívo do lobo

Seu sorriso nas estrelas

desapareceu

Seu olhar no azul mar

Virou ondas quebradas

na areia espraiada...

 

Como era bom

acordar sonhando,

adormecer sorrindo

Sorrir e sonhar

Qualquer hora do dia

da noite

Infinitivamente

 

A vida era mais leve

A noite mais tranquila

O amanhecer sensasional!

Era vida frenética

Um pulsar sem sentido,

Mas com todo sentido 

Pra vida.

 

Hoje, estrelas são brilhos do céu,

mar é água salgada.

 pássaros são 

Apenas aves riscando o vento

Assobiando em vão

Anunciando mais um dia

de rotina da vida...

 

Sem sonhos, sigo em frente.

em busca de um tempo

em que tudo era diferente.

Amanhecer fazia sentido,

Pois ter você em sonhos

Era aventura, era viver

Vida pulsante!

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Belíssima poesia, lindos versos.Assim,a gente começa com sofrimentos e ausências, aí, comparamos com o passado de Bem Viver Feliz,onde as pequenas coisas da vida faziam a diferença com mais prazeres , e, todas as fases há profundas reflexões acerca do que se escreve e sente,depois bate umas recordações Saudades Saudosas.

    Parabéns amiga Poetisa Sueli Rodrigues por preciosa publicação.Abraço, antonio domingos

This reply was deleted.