Mensagens de Blog

Poeta e Escritor

Saudade de mim mesmo

Me olho espelho da Vida

E me vejo em outra dimensão

Cadê aquele menino

Que fazia Poesia na esquina

Que escrevia pra toda menina

Que surgia na Escola?

Cadê aquele sujeito que se extasiava com o luar

E que caminhava com o pensamento longe

Hoje não me reconheço

O tempo escreveu suas regras

Não mais ando às cegas

Quem é esse cara?

O que faço aqui?

Tento descobri o que está esrito no Pergaminho do Destino.

E já nem tenho certeza de mim mesmo.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

This reply was deleted.