Mensagens de Blog

Saudade de mim mesmo

Me olho espelho da Vida

E me vejo em outra dimensão

Cadê aquele menino

Que fazia Poesia na esquina

Que escrevia pra toda menina

Que surgia na Escola?

Cadê aquele sujeito que se extasiava com o luar

E que caminhava com o pensamento longe

Hoje não me reconheço

O tempo escreveu suas regras

Não mais ando às cegas

Quem é esse cara?

O que faço aqui?

Tento descobri o que está esrito no Pergaminho do Destino.

E já nem tenho certeza de mim mesmo.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • 239659556?profile=RESIZE_710x

  • Nós apenas amadurecemos um pouco, mas somos o que o espelho sempre refletia, nossa alma é quem muda nosso estado de espírito, abraços.

  • DIAMANTE BABPEAPAZ

    230757061?profile=RESIZE_710x

  • BRONZE BABPEAPAZ

    228898379?profile=RESIZE_180x180

  • BRONZE BABPEAPAZ

    222517917?profile=RESIZE_930x

  • BRONZE BABPEAPAZ

    Sabe Poeta Benedito?

    O espelho nem sempre é sincero em seu reflexo. Às vezes ele nos prega umas partidas do tipo para nos obrigar à reagir com questões como essas às quais você tão bem colocou em seu poema.

    O menino poeta ainda está ai.

    O rapaz apaixonado pelo luar também. 

    Tanto é que ambos dentro de você se reuniram para criar essa poesia sensível sua que leio e reflito nesse momento.

    Buscar respostas é bom faz parte da nossa maturação e nos impele à manter uma melhor qualidade de vida.

    • Obrigado.Valeu.

       

This reply was deleted.