Mensagens de Blog

SAUDADE - ANSIEDADE

SAUDADE - ANSIEDADE
Nina Maria
Em "quadras de pé quebrado"

Como o tempo é generoso...
Tenho - o tanto, às vezes,
Que no espaço que deixa,
Nem mesmo sei quê fazer...

Fico olhando para o teto,
Rabisco uma poesia
Ou tiro "um dedo de prosa"
Com quem queira conversar...

Às vezes olho pro céu,
Adivinhando esculturas
Nas nuvens que, pelo espaço,
Vão passando, devagar...

Apanho um livro na estante,
Com disposição, pra ler,
Mas de repente, o tédio
Faz - me deixá - lo de lado...

Esquadrinho, pressurosa,
Cada canto, desta casa,
Prá de novo descobrir,
Que de novo, nada tem...

E este tempo não se esgota
E outra coisa também não:
Esta saudade - ansiedade
Que trago no coração...
 
Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Nina Maria

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

Comentários

  • Nina Maria, parabéns pelo seu belo poema que, de facto traduz, saudade, ansiedade e direi mesmo monotonia que é preciso quebrar e sair para a rua correndo  cantando e rindo, o que é hoje propício, neste domingo de Carnaval!

     

     

  • Adm

    Muito bonito Nina. Uma descrição linda dessa terrível ansiedade.

  • Top BA_Belas

    Linda demais minha amiga, toca lá no fundo da alma, parabéns pela perfeita descrição

    beijinho

This reply was deleted.