Mensagens de Blog

Poeta e Escritor

Ramo da existência

Ramo da existência

O ramo inclinou-se...
Tocou delicadamente o solo...
Razão do viver.

Montes e caminheiros
Lado a lado
Em busca da felicidade.

O nevoeiro envolve-nos :
Somos orientados pela canção
Para no íntimo mergulharmos.

A lamparina da história
Vai iluminando o ser do andarilho
Que vai passando por entre portas e janelas abertas.

Bailando de mãos dadas ao mistério !
Diante do elemento revelador
Que vai teando a pura existência.

Dia e noite,
Vou lhe aguardando...
O encontro fecundo de nossas almas.

Carlos de Campos

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Belas Artes Belas.

Join Belas Artes Belas

This reply was deleted.